“Bridgerton” – Romances e mistérios permeiam a sociedade competitiva de Londres no século 19

bridgerton-serie-1

A roteirista e produtora Shonda Lynn Rhimes, é responsável por grandes projetos para as telonas e as telinhas, Crossroads e Diário da Princesa, são dois longas que destacou a cineasta, dando notoriedade entre os grandes nomes do ramo, já para a TV, Shonda, estreou em 2005, com a exitosa Grey’s Anatomy, conquistando vários prêmios e no ar de 2005 até hoje, com fãs assíduos e fervorosos pela produção.

Agora, Shonda se unir à Netflix para a produção de uma nova e característica série com o canal de streaming, adaptando as obras da autora estadunidense Julia Quinn, Bridgerton, é o novo romance que chegou para cativar e divertir, de maneira despretenciosa no decorrer da narrativa, criada por Chris Van Dusen.

A trama se passa em meados do século 19, em 1813, aonde acompanha a rotina das jovens da época que estão na idade de arrumar um pretendente para não ficar solteirona para sempre, e entre essas garotas, Daphne Bridgerton em que sua mãe a leva a todos os bailes para que os homens a cortejem e a despose, porém apesar de querer muito se casar, ela acredita em um casamento por amor, como de seus pais, e entre bailes e pique-niques, Daphne cruza em seu caminho com Simon Basset, ou também conhecido como Duque de Hastings, um cara despretencioso que não pensa em um pouco em casamento, e tampouco em construir uma família, mas que é o pretendente perfeito para as meninas que estão buscando um marido, segundo suas mães, que vivem oportunando o rapaz, para que ele lisonjeie suas filhas.

BRIDGERTON-NETFLIX

Entre o glamour dos bailes de gala e os galanteios dos rapazes as moças que pretendem encontrar um marido, uma série de debates são colocados a mostra, como relacionamentos sem amor, a ingenuidade das mulheres até o casamento e a submissão muito comum nesta época, em que homens da família se colocavam a frente de seus anseios e direitos, decidindo até mesmo com quem iriam se casar, sem dar opções de escolhas entre felicidade e o amor o verdadeiro.

E para lidar com tantos dramas e conflitos, um tablóide de fofocas da alta sociedade expõe a relação e rotina de várias pessoas, nomeada de Lady Whistledown, acaba se tornando um carma e incomodando a aristocracia da época, contando segredos e mistérios envoltos naquela sociedade.

ebf8b532-bda1-49e8-a68c-228d1ce6be55-bridgerton-ladywhistledown

Algo semelhante com a trama do início dos anos 2000, do The CW, “Gossip Girl”, talvez, ainda mais por se tratar de pessoas da alta sociedade, com dramas, embates e decisões singulares àquelas estipuladas pela elite, porém com auma única diferença, que aqui, Lady Whistledown não é apenas uma espectadora, mas sim parte fundamental para o desenvolver da trama, trazendo muito suspense e segredos dos personagens implicados.

bridgerton-rege-jean-page-phoebe-dynevor-netflix-fixed-large

Brigderton é um seriado recheado de clichês, mas que acaba cativando o espectador, com seus personagens carismáticos e por não apenas pôr alguns personagens à cenas, e os demais acabam se tornando meros coadjuvantes, já que nesta série, todos têm seu destaque merecedor e absoluto, dando agilidade e dinamismo ára a produção, simpatizando até mesmo com o personagem mais irritante.

Além disso, a série ainda traz uma diferenciação para a narrativa, colocando negros e brancos dividindo relevância na sociedade londrina, quebrando paradignas de outras obras de época e trazendo novos ares e vigor para a produção, com um romance simples e divertido, que irá envolver o público em seus oito episódios cativantes de muito amor e revelações a serem descritas no decorrer da narrativa.

my-post-2020-10-19t203516-182

A série conta com Adjoa Andoh, Lorraine Ashbourne, Jonathan Bailey, Ruby Barker, Sabrina Bartlett, Harriet Cains
Bessie Carter, Nicola Coughlan, Phoebe Dynevor, Ruth Gemmell, Florence Hunt, Claudia Jessie, Ben Miller, Martins Imhangbe, Luke Newton, Regé-Jean Page, Golda Rosheuvel, Ruby Stokes, Luke Thompson, Will Tilston e Polly Walker em seu elenco, e a narração da enigmática personagem Lady Whistledown fica por conta de Julie Andrews.

 

Por Patrícia Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s