“Dia do Sim” – Diversão e aventura para juntar a família

YES-DAY-00-28-56-07-R2-scaled

Imagina um dia inteiro de liberdade e diversão para um família, que até antes, a mãe era vista como a ditadora casca grossa e durona, que depois que teve filhos, só sabia dizer não para tudo?

Essa pequena ideia inspira-se na nova comédia no catálogo de streaming da Netflix, Dia do Sim, dirigido por Miguel Arteta, com roteiro de Justin Malen, baseado no livro infantil de mesmo nome escrito por Amy Krouse Rosenthal e Tom Lichtenheld.

O filme mostra desde o início do relacionamento de Allison (Jennifer Garner) e Carlos Torres (Édgar Ramírez), que na época de namoro eram aventureiros e deixam se levar pela liberdade e eventualidades que apareciam em suas vidas, topavam tudo, desde pular de paraquedas em um avião em movimento, fazer rapel em um desfiladeiro, até uma viagem no meio da semana sem se preocupar com as consequências decorrentes. Porém, tudo mudou, depois que tiveram seus filhos, Katie (Jenna Ortega), Nando (Julian Lerner) e Ellie (Everly Carganilla), e a proteção fez com que mexesse brutalmente em suas rotinas, fazendo-os dizer não para quase tudo, principalmente se for para proteger as crianças.

Imagem-do-filme-Dia-do-Sim

Até que através de uma reunião de pais, do colégio da Katie e do Nando, Allison e Carlos, descobrem que eles estão se referindo a mãe como uma ditadora, e ela um pouco decepcionada com a forma que seus filhos a vêem e quão está estressada com a rotina, irá fazer de tudo para converter essa situação, e em uma discussão do casal, um funcionário da escola ouve eles, e da a ideia para que eles tenham o ‘Dia do Sim’ em casa durante 24 horas, deixando que seus filhos façam o que me entenderem durante todo esse dia.

dia-do-sim-2

No início eles ficam meio assim, mas aprovam a ideia, e as crianças, curtem ainda mais, colocando os planos em prática, para um dia perfeito e extraordinário para eles. No entanto, para que isso aconteça, eles terão de realizar tarefas durante um semana, feitas numa boa, enquanto Katie, Nando e Ellie planejavam o tal dia atípico na família Torres. Entre esses planos, a mais velha, Katie, faz uma aposta com sua mãe, que se ela sobreviver ao ‘Dia do Sim’, irá com ela ao festival de música Fleekfest, mas se não conseguir, terá que ir sozinha com sua amiga, Layla.

161530543260479ad8c4a5c-1615305432-3x2-md

Entre aventuras e momentos ímpares em família, eles curtem em demasia esse momento auspicioso e oportuno para aproximar pais e filhos, em uma relação que estava cansativa e em ruína, pela super proteção da mãe que fazia afastar as crianças cada dia de seus interesses comuns, fazendo com que eles a vissem com a terrível vilã da história, e não como alguém que apenas deseja o bem e o acolhimentos deles, trazendo distintos debates corriqueiros e habituais na casa de qualquer relação familiar.

Em suma, “Dia do Sim”, é um filme despretencioso, divertido e leve, para poder dar boas risadas e aproveitar com com a família Torres, suas aventuras em um dia atípico e aleatório, que trouxe mais união e consideração de pais e filhos, em um entendimento especial, dando mais espaço e ânsia, no desenvolvimento social e pessoal de cada membro familiar.

 

por Patrícia Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s