PAVILHÃO – O NOVO PROJETO DO ESTÚDIO MOLOTOV É UM ÂMBITO A REALIDADE ÀS PERIFERIAS BRASILEIRA

Sem-t-tulo

Já começou no Catarse o financiamento coletivo do novo projeto do Estúdio Molotov HQ, a revista em quadrinhos Pavilhão, uma história que se remete a realidade de algumas pessoas da periferia, em que carrega o peso da culpa e da exclusão social, mas que a luta é sempre um caminho para recomeçar a vida. A obra foi realizada através do edital Aldir Blanc, e a secretaria de cultura de Santo André.

185135881-295239048886391-7278688098819560552-n

A história se passa na cidade metropolitana de São Bernardo do Campo, no ano de 1996, em que Everson é um dos presos da Casa de Detenção de São Paulo, mais conhecida como “Carandiru”. Solitário, deprimido, frustrado e com ódio, descobrimos sua história. Sua infância e adolescência em São Bernardo do Campo, seus amigos, sua família, e todos os acontecimentos e vivências que o levaram até o Carandiru anos depois.

185236351-295238872219742-8132049493149164039-n

O jovem cresceu na Villa São Pedro, bairro periférico localizado na divisa de São Bernardo do Campo com Santo André, e em meio todas as dificuldades que passou com sua mãe Dinorá começou a perceber desde cedo, junto com seus amigos, que suas vidas eram muito diferentes dos brancos das classes mais altas. O caminho de violência e dor, que já havia sido traçado por seu irmão mais velho, agora era seu, mas tudo tem seu preço.

185135903-295239018886394-8219373787766593989-n1

A HQ Pavilhão foi escrito por Victor Zanellato, com arte e cor por Diogo Mendes, e com arte-final de Aristeu F. Yuu, é o segundo trabalho publicado pelo estúdio Molotov HQ, que foi financiado graças ao edital Aldir Blanc.

O quadrinho inspirado em diversos trechos de músicas de rap dos anos 90 e 2000, que assim como “Assalto ao útero” traz mais uma história de luta e sofrimento de pessoas marginalizadas e complexas, como todo e qualquer ser humano.

185168982-295239005553062-5582241917905835754-n

Uma obra totalmente colorido, no formato 17×24 cm, com capa impressa em papel triplex C2s LD 250g com laminação fosca, lombada canoa e miolo de 60 páginas em papel couchê fosco de 115g. Esse é o primeiro quadrinho em que os autores mostram em uma história onde os heróis e vilões são bem demarcados, aqui essa linha é mais tênue, trazendo maior complexidade à narrativa.

185217496-295238828886413-5549621211116804042-n

O projeto já está disponível na plataforma do Catarse desde segunda-feira (10), para todos que gostam desse tipo de história, carregado na realidade das periferias brasileiras, e com a esperança de uma vida melhor no futuro, pois mesmo indo preso, Everson, nunca desanimou em ter uma vida digna, com um bom emprego e ter uma família, pois ele se arrependia a todo tempo quando estava encarcerado, pela morte da sua mãe e pelos seus ‘amigos’ da adolescência, que só viam o luxo, mas não queriam lutar para melhorar suas vidas.

185466406-295238785553084-3224489936707825377-n

Um enredo comovente, cheio de dramas e dor, mas que no final a calmaria da vida, vem à tona e acaba mostrando o bom homem, que ele é. Pois quem espera e luta, sempre alcança a vida plena.

Para mais informações acesse os endereços abaixo:

CATARSE

Facebook | Instagram

Por Priscila Visconti

Uma consideração sobre “PAVILHÃO – O NOVO PROJETO DO ESTÚDIO MOLOTOV É UM ÂMBITO A REALIDADE ÀS PERIFERIAS BRASILEIRA”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s