“Aquilo Que Eu Nunca Falei”: Uma obra intrínseca sobre sentimentos e emoções

OIP-2

Sabe aqueles dizeres que por receio de ferir os sentimentos alheios, você guarda para dentro de si, como forma de proteção, mas que no final, acaba atingindo direto no seu emocional e sensibilidade, ferindo imensamente por árduas e conflituosas sensações de desespero e desilusão, trazendo dores incalculáveis em sua alma e coração.

192265004-467569777662338-6040759541265679330-nTalvez este seria uma breve resumo do livro da autora gaúcha, Milena Farias, Aquilo Que Eu Nunca Falei, que remete a um colecionável de palavras entrelaçadas naqueles nós que nos sufocam a garganta, desprendendo dos arrependimentos acorrentados nos sentimentos mais inerentes, que fazem perder o o ânimo de sorrir, vivendo em um mundo de fingimentos e falsas expectativas, com medo e desassossegado, sabendo o quão se entregou ao outro, mas nada recebeu em troca.

Talvez este, seja mais que um romance habitual, mas sim, uma busca pelo amor próprio, trazendo de volta suas crenças em si mesmo e de que o desabafo pode ser algo proveitoso para um amanhã melhor, mesmo que isso doa ou machuque o outro, abrir seu coração fará que seus sentimentos retorne ao equilíbrio natural das situações e sua vida passa ter mais sentindo na caça pela felicidade.

R552131f64d6043bdfd15c066fa73ef43

Aquilo Que Eu Nunca Falei é livro independente, lançando em 2020 através da plataforma do eBook Kindle, escrito pela autora Milena Farias, que apesar de ter apenas 23 anos, já possuí outras publicações lançadas, com temas incomuns falando sobre relação, sentimentos, emoção, encontros e desencontros, ela conecta o leitor a se identificar com suas obras, em um emaranhado profundo e interligado de amor próprio e comoção.

29684173-428145280931675-5617637056362393653-n

Milena é um jovem autora que vive em seus sonhos, buscando se encontrar, com muitas vontades e desejos, ela é um mistério para si, que usa das palavras para se descobrir e dizer aquilo que está em seu âmago pessoal, de forma poética e sensível, ela desperta uma ligação inerente entre a obra e o leitor, trazendo uma identificação ímpar e singular com seus contos e poemas.

R42a0fcd7ff4944d8e0c286cf8772926f

Aquilo que eu nunca falei para eles. Que eu nunca falei para mim. Para você. Para nós. Aquilo que eu deveria ter dito… Ou não. Que eu poderia ter dito… Sim. Aquilo que eu quis falar, mas a voz falhou. Através da escrita, então, o nó na garganta desatou. Leia-me, e deixe-me ler você“, finaliza a autora.

Para conhecer melhor a autora acesse:
Blog | Instagram | Twitter | Facebook

por Patrícia Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s