“Escuta, Formosa Márcia” – A obra poética e inevitável, sobre a realidade árdua de uma mãe solo da comunidade carioca

image host

Um dos autores e quadrinistas mais aclamados dos últimos anos, o niteroiense Marcello Quintanilha lançou em 2021 pela Editora Veneta, Escuta, Formosa Márcia, um álbum sutil, mas preciso, em uma trama que reflete a realidade de muitas mulheres e mães de família, que tem de liderar a casa e ainda, conviver com as adversidades de filhos rebeldes e insubordinados.

A HQ mostra as dificuldades e relacionamento da enfermeira Márcia, mãe solteira, nascida e criada na comunidade do Estado do Rio de Janeiro e desde então, vive uma árdua e conflituosa batalha para disciplinar sua filha Jaqueline, ela faz o possível e o impossível para agradar e oferecer tudo que a menina pede, mas parece inútil, pois a teimosa em submeter a algo, é ineficaz para que impeça de de sair por aí e fazer o que quiser, sem dar satisfações a ninguém. Ainda mais após Jaqueline se envolver com o crime organizado, e sua mãe mergulhar de cabeça para livrá-la deste mal, ela a garota queira, ou não.

image host

Essa sem dúvida é uma obra inerente ao cotidiano de muitas mulheres que se vêm dispostas a se entregarem de corpo e alma por seus filhos, mesmo tendo milhões de afazeres para confortar e agradar ao máximo possível, entregando inquietações tenazes e cenários típicos de um Brasil de luta e esperança, mostrando de forma crua e nua uma realidade verídica e intensa de uma população carente, mas perseverante.

image host

Essa obra é só uma extensão de um trabalho fiel e realista do âmago da sociedade da qual o autor retrata em suas histórias, visando e se inspirando em personagens reais, Quintanilha é um mestre em representar de forma poética e sutil personas que integram o cotidiano e rotina de diferentes comunidades pelo país. Assim como ele transcreve em suas demais obras como, Tungstênio (2014 – prêmios Angoulême e Rudolph Dirks), Talco de Vidro (2015), Hinário Nacional (2016 – prêmio Jabuti), Todos os Santos (2018), Luzes de Niterói (2019) e Deserama (2020).

image host

O autor ainda foi condecorado ao principal prêmioFauve D’Or 2022 – no Festival de Angoulême, da França. Agora não apenas Tungstênio, mas também sua nova graphic novel Escuta, Formosa Márcia foi premiado no festival de quadrinhos francês, porém agraciado com prêmio máximo, fazendo-o com que o artista se torne magistralmente o primeiro brasileiro a receber essa insígnia.

https://platform.twitter.com/widgets.js

por Patrícia Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s