‘Vermelho, Branco e Sangue Azul’ – Um romance para abalar e emocionar até mesmo as lideranças mundiais

image host

Quando o filho da candidata a presidente dos Estados Unidos se envolve com um príncipe da coroa britânica, e esse relacionamento pode causar uma crise no cenário político mundial, colocando em risco a candidatura da futura presidenta e também, da família real.

O romance da jornalista e romancista, Casey McQuiston, Vermelho, Branco e Sangue Azul, foi lançado em 2019, e chegou no Brasil em 2020, e mostra esse embate de amores, políticas e amizades que vão além do cenário político global, transpassando por sentimentos e emoções, em fingir algo irreal, para não causar um rebuliço mundial.

image host

A autora buscou inspirações durante as eleições presidenciais estadunidenses em 2016, enquanto assistia a série Veep, da HBO e ao mesmo tempo lia a biografia de Hillary Clinton de Carl Bernstein, A Woman in Charge: The Life of Hillary Rodham Clinton e The Royal We de Heather Cocks e Jessica Morgan, surgindo a ideia de expressar sua própria versão da família real britânica, desenvolvendo uma trama distinta, colocando a cena um casal queer de cunho relevante no cenário internacional.

image host

Vermelho, Branco e Sangue Azul é uma obra de ficção baseada em diferentes referências de Casey, já que a autora que é queer e não binário, usou um pouco da sua própria experiência para compor os personagens e colocar a cena um protagonista gay e outro bissexual para desenvolver a narrativa. Casey simplificou seu romance de uma única forma; “pela mesma razão que as pessoas heterossexuais escrevem ficção heterossexual“.

image host

Desde seu lançamento em 2019, o livro foi altamente aclamado, recebendo críticas positivas, principalmente pela representação de um relacionamento gay, reforçando a premissa de trazer diversidade e distinção neste gênero ficcional, com sutileza e precisão nos detalhes abordados.

image host

E o sucesso do livro foi tanto, que a Amazon Studios adquiriu os direitos da obra para a produção de um filme, roteirizado por Ted Malawer com produção do Berlanti Studios, com exclusividade para o Prime Video.

https://platform.twitter.com/widgets.js

O casting da produção já foi anunciado, com Taylor Zakhar Perez (A Barraca do Beijo) e Nicholas Galitzine (Jovens Bruxas) como protagonistas respectivamente Alex Claremont-Diaz e Príncipe Henry. Ainda completam o elenco, Rachel Hilson, Ellie Bamber, Sarah Shahi, Clifton Collins Jr, Stephen Fry, Polo Morin, Aneesh Sheth, Ahmed Elhaj e Akshay Khanna. A direção ficará por conta de Matthew López (The Inheritance), todavia ainda não há previsão de estreia.

por Patrícia Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s