Obras LGBTQIA+ para exalar a representatividade da diversidade na literatura

qual-melhor-livro-lgbt-para-ler-2022-696x314

Para celebrar o mês LGBTQIA+, nossa embarcação separou algumas obras emocionantes e românticas, sobre o universo gay, separamos alguns livros que cativa o sentimento das pessoas, abrangendo e incluindo ainda mais o público LGBT na sociedade, uma comunidade que busca representar a reunião dos grupos de indivíduos fora das normas binárias de gênero e sexo historicamente marginalizados e excluídos da representatividade social.

Na literatura há diversos autores e obras referente à comunidade, que encanta seus leitores homossexuais e heterossexuais, principalmente os romances sutis e leve, encantando as pessoas em uma linguem simples eagregando a culturas através de gírias, vestimentas e costumes, objetivando implementar suas subculturas no espaço urbano, unidos por uma cultura comum.

51-LThb-Xq-GL

Primeiramente não podemos esquecer uma obra que virou filme, que é o livro “Com Amor, Simon, da autora norte-americana Becky Albertini, esse foi o primeira obra escrito por ela, publicada em abril de 2015, contando um drama adolescente depois que um chantagista descobre os e-mails de Simon escritos para outro colega de classe por quem ele se apaixonou.

A história acompanha a vida de Simon Spier, um estudante de 16 anos, homossexual ainda não assumido, ele vive uma vida normal no subúrbio de Atlanta, na Geórgia, com seus melhores amigos Leah, Nick e Abby. Eles estudam na escola Creekwood High School, em que os alunos criaram um Tumblr onde postam tudo que querem.

Neste meio da internet, Simon, conhece anonimamente um outro blog de outro garoto gay, em que eles trocam e-mails usando nomes fictícios – Jacques e Blue. Blue entende Simon, eles se sentem livros e confortáveis e nutrem o mistério acerca de quem são. Inicialmente tudo é incrível, afinal, Blue é apaixonante. Mas por um descuido, Martin Addison, um colega da escola, consegue cópias dos e-mails e ameaça expor Simon na rede social se Simon não ajudá-lo a conquistar uma de suas amigas, Abby, na intenção de convidá-la a um encontro.

A vida de Simon vai virar de cabeça para abaixo, pois ele não se assumiu oficialmente em público, e essa pressão faz seu mundo desmoronar, mas que apesar de toda chantagem, ele descobre quem é o misterioso Blue, que é Bram, um de seus amigos tímidos e os dois acabam se tornando um casal de verdades e assumindo para toda escola.

51fh-Rw-T50v-L-SX346-BO1-204-203-200

A próxima obra é a coletânea em quadrinhos “Boy’s Love” – lançada pela Editora Draco e organizada por Tanko Chan, na qual também participa ilustrando uma história, essa antologia traz lindas histórias por Rita Portugal, Talles Rodrigues, Márcio Moreira, Kurama-Chan, Yuu, F. Steffens, M. Steffens, Guilherme Smee, Ju Loyola, Blanxe e Raquel Sumeragi.

A coletânea traz apenas algumas formas de descrever o fenômeno que surgiu no Japão e conquistou o mundo. Histórias cheias de sensibilidade e afeto, protagonizadas por rapazes em relações homoafetivas, um universo onde as sensações são intensas e a paixão fala mais alto a cada frase.

No primeiro volume mostra alguns casos que podem ser aconchegantes como um abraço esperado ou quentes como um beijo roubado. Amores que vêm do espaço ou fantasias que são mais palpáveis que as palavras podem expressar. A tensão de não entender o coração daquela pessoa especial, mesmo que ela não exista mais.

512cg-Lgh-Zw-L-SX333-BO1-204-203-200

Outra coletânea nacional lançada pela Skript Editora, “Sob a luz do Arco-Íris” é um livro com diversos autores LGBTQ+, com organização e edição do quadrinista Mario César. Uma história abordando situações de preconceito, com drama, humor, realismo e fantasia, em uma verdade de traços e estilos que demostram a força e o talento da diversidade.

A coletânea foi lançada na Poc Con de 2020, em formato americano (17 x 26 cm), com 80 páginas, em preto e branco, com papel pólen de alta gramatura e com grandes autores como Caio Yo; Dika Araújo; Ellie Irineu; Guilherme Smee; Johncito; Luiza Lemos; Mário César; Rafael Bastos Reis; Sasyk e Yuri Amaral.

FVI96zb-XEAEIo-Y9

Por fim, o recém lançado livro do autor mineiro Pablo Madeira, publicado pela editora Contextual Editorial, a obra “Tudo aquilo que você não diz”, traz uma narrativa comovente, simples, romântica e de descobertas de dois adolescentes, recheado de referências à cultura pop e com muita música; além de uma boa dose de drama e cenas que, talvez, sufoquem os corações.

A trama mostra Fred, que acaba de completar 18 anos, um garoto super azarado, mas que tem os melhores amigos do mundo, mas todo esse azar começa mudar quando ele conhece Daniel, que se muda para a casa em frente à sua casa. Daniel é um apaixonado por música e sua voz conversa diretamente com o imaginário de Fred. Eles quase não se falam de fato, mas as canções composta pelo músico falam pelos dois.

Mas o destino busca em por eles em contato, através de seus amigos e dos muitos incidentes que parecer seguir Fred, e então, eles se aproximam, mas Daniel parece ter alguns segredos que o torna um rapaz melancólico e quieto, fazendo que isso não passa despercebido.

Entre diversos encontros, desconfianças, acontecimentos estranhos e muita música, os garotos vão se conhecendo e estabelecendo uma amizade que fará com que Fred acabe descobrindo tais segredos e o poder que possui de ajudar ou de piorar uma situação. Uma história repleta de amores e dramas, que cativa e emociona aos leitores romanticamente dramáticos.

Por Priscila Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s