Mandi Castro transporta o leitor em uma aventura à Semana de Arte Moderna de 1922, repleta de ficção científica e fantasia

Nina-Lafayette

Uma obra juvenil que retrata alguns momentos da inesquecível revolução na literatura, artes visuais e música em pleno ano do centenário da Semana de Arte Moderna no Brasil. Este belo presente nos é entregue pela autora Mandi Castro em seu último lançamento Nina Lafayette e o Salto Temporal. Assim, como é proposto no primeiro livro da saga, Mandi Castro nos transporta através do tempo para épocas de grande feitos históricos no Brasil.

Nesta aventura Nina Lafayette regressa no tempo para salvar a humanidade na década de 1920. Trazendo à tona o contexto sociocultural da época com o enredo de fantasia e ficção científica destacando a influência que a arte teve na formação histórica do país.

martim-nina

Na trajetória, Nina conta com a ajuda do irmão, Martim, para fugir de um antigo guardião do tempo que quer destruí-los e roubar seus poderes. Por causa da força que detêm, os Lafayette são perseguidos por Mestres do Espaço-Tempo. Em meio a esses acontecimentos, a personagem vivencia de perto situações que culminam na Semana de Arte Moderna de 1922, como um diálogo entre Heitor Villa-Lobos e Di Cavalcanti para acertar detalhes do evento.

Já no primeiro volume da saga, Martim Lafayette e o Contra-Tempo, Mandi Castro nos leva a 1822. Naquele período, o Brasil enfrentava a luta pela independência da coroa portuguesa, dentro de um regime escravocrata e de exploração dos povos indígenas. O título foi descrito por Laurentino Gomes, autor de 1808, 1822, 1889 e Escravidão, como uma leitura “divertida e bem fundamentada”.

mandi-castro

A autora Mandi Castro é formada em Rádio, TV e Internet pela Faculdade Cásper Líbero e em Ciências Contábeis pela Universidade de São Paulo (USP), e também circula no meio artístico por ser atriz profissional pela Escola de Atores Wolf Maya e pós-graduada em Roteiro para o Audiovisual na Fundação Armando Alvares Penteado. Atualmente, trabalha como assistente de produção executiva.

Em sua carreira como escritora, lançou os livros “Adaptação do Amor – Minha Vida Antes dos 30”, “Martim Lafayette e o Contra-Tempo” e “Nina Lafayette e o Salto Temporal”. A primeira obra da saga de fantasia, recebeu elogios de Laurentino Gomes, além de ter sido finalista do Prêmio Minuano de Literatura 2021 e do Prêmio Odisseia Fantástica 2021.

tg5qns2tlgqtpcpl853v727mjr-SY600

No ano de 2022 ministrou um curso de Escrita Criativa gratuitamente para escritores iniciantes. E concedeu uma entrevista exclusiva para O Barquinho Cultural:

OBC: Há quanto tempo você escreve?
Mandi Castro: Bom, eu escrevo faz alguns bons anos. Desde pequena gostava de me aventurar nas palavras, mas nada demais também, quando era menor eu escrevia algumas coisas, inventava umas histórias na minha cabeça, o que eu conseguia colocar no papel, eu colocava, mas sem o menor compromisso, algumas histórias surgiram disso, mas somente por hobby e criatividade infantil. E quando fui ficando mais velha, eu tenho o hábito de leitura muito forte, então comecei a perceber que conforme eu ia lendo mais e mais, dava vontade de criar minhas próprias histórias e com isso eu comecei aos poucos escrever o Martim 1 (Martim Lafayette e o Contra-Tempo) que foi meu primeiro livro publicado e comecei a escrever também sem nenhuma obrigação, responsabilidade nenhuma, só fui colocando no papel algumas ideias e quando eu vi estava tomando corpo… Uma história gigantesca! E então, foi aí que eu comecei a escrever, portanto, eu escrevo faz alguns anos, desde criança.

OBC: De onde surgiu a ideia de escrever o livro?
Mandi Castro: A ideia de escrever um livro surgiu muito pelo meu pai que já tinha publicado alguns livros. Então vem de uma figura próxima a mim, e percebi que era possível, porque até então ninguém nunca tinha chegado para mim e falado que era possível publicar um livro, eu sabia que meu pai tinha publicado alguns, livros técnicos, sobre tecnologia, ele era engenheiro, daí tinha essa visão de que era possível e quando eu comecei com essa ideia de criar histórias, eu criei um objetivo para mim que meu livro fosse sim publicado e aí eu segui para que isso acontecesse.

OBC: Uma forma de manter a escrita literária afiada é lendo muito. Qual sua regularidade com a leitura? Qual o último livro que você leu?
Mandi Castro: Sobre a regularidade com a leitura é o que respondi anteriormente, eu tento ler bastante, eu gosto, eu tenho o hábito da leitura, é algo que é muito prazeroso para mim, mas claro toda leitura tem que se esforçar um pouco, não é muito fácil assim, então eu me esforço bastante. Eu acho que é de extrema importância se você quer escrever você tem que ler e tem que ler muito, ler muito e ler muito para conseguir escrever um pouco, sabe? Então, eu sempre recomendo para os meus alunos, para o pessoal que pergunta para mim e é assim, não tem segredo. Quanto mais você lê, mais você cria um repertório, mais você consegue bagunçar as ideias na cabeça e transcrever algo legal no papel. Conforme a sua criatividade permitir. O último livro que eu li foi O Sol é Para Todos e também estou lendo o livro da Cida Bento O Pacto da Branquitude.

OBC: Com o romance Adaptação do Amor – Minha vida depois dos 30 e a ficção Martim Lafayette e o Contra-Tempo, qual dos dois gêneros foi mais desafiador para você como autora?
Mandi Castro: Sobre o gênero do Adaptação do Amor e o Martim, qual foi mais desafiador, eu acredito que foi o Martim porque ele é uma fantasia fantástica, então você tem que criar elementos fantásticos, você tem que criar situações inusitadas, por exemplo, ele viaja no tempo, né? Não é algo que eu tenho um vasto repertório da minha vida pessoal, de viagens no tempo, porém eu já li muito sobre histórias de viagem no tempo, vi até cientistas que falam e acreditam em viagem no tempo para me ajudar na escrita, então com certeza o mais desafiador foi fazer o
Martim.

OBC: Vamos ter continuação da história dos Lafayette?
Mandi Castro: Sim, vamos ter.

OBC: Em 2023 virá um novo livro “Linha 21 – Almas Perdidas”, o que pode nos adiantar dessa obra?
Mandi Castro: Olha, mais um gênero que estou me aventurando, é um gênero de terror e o que eu posso adiantar para você é que vai se passar no Rio Grande do Sul, no interior e tem uma protagonista feminina e ela vai enfrentar um grande medo, um terror sobrenatural, que e ela vai enfrentar um grande medo, um terror sobrenatural, que ela nem imagina.

OBC: Que mensagem você deixa para quem ainda não leu o Martim Lafayette e o Contra-Tempo?
Mandi Castro: Eu digo para darem uma chance para a leitura nacional, o livro é repleto de reviravoltas, te prende do inicio ao fim. Eu posso ser suspeita em falar porque fui eu que escrevi, mas eu amo de paixão essa obra, eu tenho muito carinho é uma obra que eu escrevi muito com o meu coração e ele no final de tudo conta a história sobre a superação da perda de quem amamos. Apesar de ser uma história de ficção fantástica com viagem no tempo e aventuras, corridas… Nada mais é do que um irmão que perdeu… Não sei se posso falar isso, se é spoiler… Bom, ele perde um irmão e a história conta também sobre a superação desse luto.
E para finalizar leiam também o Nina Lafayette, a continuação, vai ser uma trilogia. Então é o segundo livro desta saga, espero que gostem muito. Todo mundo que ler o meu livro pode mandar mensagem, quero ideias para os próximos, quero feedback, quero saber o que vocês acharam! Podem ficar à vontade para entrar em contato comigo, eu tento ser super acessível e é isso. Obrigada pela oportunidade!

Entre projetos e lançamentos, Mandi é uma autora bastante ativa nas redes sociais, onde ela troca ideias e sugestões com seus leitores e seguidores. Para mais informações, basta segui-lá e desfrutar de sua companhia pelo mundo literário fantástico.

por Nay Souza

Uma consideração sobre “Mandi Castro transporta o leitor em uma aventura à Semana de Arte Moderna de 1922, repleta de ficção científica e fantasia”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s