Arquivo da categoria: ciência

A conquista das mulheres ao universo

nyberg-moon

A representativa feminina anda forte em todas as áreas do conhecimento, mulheres mostrando seu reconhecimento, instintos e valores, e isso se reflete também em áreas que antes eram extremamente dominadas por homens, aonde elas estão chegando de mansinho e conquistando seu espaço, e neste caso, literalmente indo ao espaço. Continuar lendo A conquista das mulheres ao universo

[Cyber Cult] NASA acredita que uma das luas de Saturno pode haver vida

Será mesmo que existe vida fora da Terra? Pois bem, os cientistas já tentam provar isso a séculos e séculos, mas até agora nada plausível foi encontrado.

Até agora… Já que nesta semana a NASA divulgou em uma nova pesquisa de que a lua Encélado de Saturno pode haver vida microbiana, sendo detectados hidrogênios de fontes hidrotermais em plumas de gelo na lua, e essas condições podem ser as mesmas de terem levados ascensão de vida no Planeta Terra. Continuar lendo [Cyber Cult] NASA acredita que uma das luas de Saturno pode haver vida

[Cabine da Pipoca] Cinema x Ciência

As últimas grandes produções de ficção científica tropeçam nos princípios da ciência, como no caso do recém-lançado, “Gravidade”, que estreou na última sexta-feira (11), nas salas de cinema de todo o mundo, com Sandra Bullock e George Clooney no elenco e com direção de Alfonso Cuarón.
Esse tipo de filme é sempre um sucesso de bilheteria em todo o mundo, mas esta aventura espacial contém alguns erros, que foram detectados pelo renome e popular astrofísico norte-americano Neil de Grasse Tyson.

Apesar de Sandra Bullock ter feito um treino específico para astronautas para encarar com perfeição o papel, a produção e os roteiristas não repararam que, na gravidade zero, seu cabelo deveria flutuar livremente sobre sua cabeça, contudo, o que se vê são suas madeixas escovadas. 

Outro deslize é em relação ao lixo espacial que aparece orbitando pela Terra de oeste para leste, mas quase todo o satélite faz a direção ao contrário, como em uma cena o personagem de Clooney solta a astronauta e ela sai voando, mas em uma situação real eles voariam juntos.

Outro momento do filme, é quando o telescópio Hubble, a Estação Espacial Internacional e uma estação espacial chinesa são avistados em um mesmo plano visual, porém, no espaço de verdade, estas estruturas estão separadas por centenas de quilômetros de distância.
Vejam abaixo alguns filmes, que assim como “Gravidade”, também cometeu alguns erros científicos da história do cinema:
O filme “Armagedom”, estrelado por Bruce Willis, tem, ao menos, 168 erros deste tipo, de acordo com especialistas. O mais grave é que seria impossível destruir uma rocha espacial, ou cometa, com apenas uma bomba. 
Em “O Dia Depois de Amanhã”, a cidade de Nova York é inundada completamente de um dia para o outro. Na realidade, para que isso pudesse realmente acontecer, seria necessário que toda a Antártida derretesse e que sua água fosse derramada sobre a metrópole. 
Já o apocalíptico “2012”, considerado por muitos como uma das mais imprecisas histórias da ficção científica, propõe que partículas de neutrinos vindas de explosões solares cozinharam o núcleo da Terra, produzindo terremotos e outras catástrofes. Porém, os neutrinos são partículas neutras que não interagem com substâncias físicas. 
A obra “Epidemia” é baseada na existência de um vírus impossível de existir. O vírus é descrito como tão absurdamente letal que, se existisse de fato, mataria qualquer candidato a portador antes mesmo do contágio. 
Em “Independence Day”, os extraterrestres usam raios para destruir a espécie humana, mas isso seria um gasto desnecessário de energia. O simples pouso daquela gigantesca nave mãe na Terra seria capaz de provocar um desequilíbrio gravitacional que, por si só, causaria o colapso de cidades inteiras. 
Informações sobre “Gravidade”:
Elenco: Sandra Bullock, George Clooney
Diretor: Alfonso Cuarón
Roteiro: Alfonso Cuarón e Jonás Cuarón
Duração: 1 hora e 31 minutos
Gênero: Ficção Científica
Sinopse: 
‘Gravidade’ acompanha a Dra. Ryan Stone (Sandra Bullock), uma brilhante engenheira em sua primeira missão espacial, com o astronauta veterano Matt Kowalsky (George Clooney). Mas, durante um passeio espacial, aparentemente rotineiro, ocorre um acidente. A nave é destruída, deixando Stone e Kowalsky completamente sozinhos, dependendo um do outro em um ambiente de total escuridão. 
O silêncio ensurdecedor confirma que eles perderam qualquer ligação com a Terra… e qualquer chance de resgate. Conforme o medo vai se tornando pânico, o oxigênio que resta vai sendo consumido desesperadamente. E, provavelmente, o único jeito de ir para casa seja encarar a imensidão assustadora do espaço.
Confira o trailer do filme: