Arquivo da tag: poemas

Trilogia do Confinamento com o grupo do Núcleo O Ator Maestro

Marcelo-Trilogia-do-Confinamento
O ator Lucas Sancho, fundou em 2008 o projeto o grupo Núcleo do O Ator Maestro, que visa na construção de espetáculos solos do artista como regente da cena, assim tendo um percusso no qual foram são criados os espetáculos como nos curtas Dias de Setembro (2009), Canções para não dizer (2012), Quem Matou Edvard Munch (2014) e O Jardim Suspenso ou A Lucidez do Amor Irracional (2019). Além de participar de inúmeros festivais e mostras nacionais, recebendo mais de 15 prêmios em teatro, além de ter feitas residências artísticas nas cidades do Rio de Janeiro, Fortaleza e São Paulo. Continuar lendo Trilogia do Confinamento com o grupo do Núcleo O Ator Maestro

Daniel Pandeló – O cronista de Petrópolis ressurge na literatura nacional

95120060-2447932202159287-4243681980576694272-o

O jornalista e escritor Daniel Pandeló Corrêa está prestes a lançar seu primeiro audiobook, aonde ele irá reunir suas poesias com inspiração slam e música no EP “Invocações”, que em breve disponível no Deezer e também no Spotify. Além disso, Daniel ainda disponibilizou seus três primeiros livros em formato digital revisado e inédito. Continuar lendo Daniel Pandeló – O cronista de Petrópolis ressurge na literatura nacional

[Total Flex] MIS-SP mostra um pouco da vida e a obra de Renato Russo

Renato Manfredini Júnior, ou simplesmente Renato Russo, um poeta, um músico, um artista completo que visava não apenas suas própria música, mas a música do mundo, aquela que se ouve e se sente profundamente dentro da alma, suas obras não – na verdade não são – temporais, daquelas que “temos todo o tempo do mundo“, como ele mesmo já dizia em Tempo Perdido, mesmo que “não temos mais o tempo que passou“. Continuar lendo [Total Flex] MIS-SP mostra um pouco da vida e a obra de Renato Russo

[Caixa de Som] Poemas Elétricos lança o primeiro disco com poesias inspiradas no classic rock

A banda formada pelo casal Rafaela Heloaria e Rapha Chiavegati, que se conheceram através da internet há três anos trás e se apaixonaram, ambos adoram música e poesia, pois eles antes de montar a banda, eles trocavam poemas um com o outro, e através desses versos, eles resolveram musicar e eletrificar esses poemas, montando uma banda Poemas Elétricos. Continuar lendo [Caixa de Som] Poemas Elétricos lança o primeiro disco com poesias inspiradas no classic rock

[Cantinho Literário] Eu Me Chamo Antônio – Poesias de boteco juntas em uma obra literária

1524790_698600503533804_5266229796905500508_n

Essa semana não vai ser dicas de livros, nem apresentação de novos autores, e também não será nenhum especial de escritores renomados, como semana passada foi do William Shakespeare.

O Cantinho Literário de hoje será de uma obra lançando à três anos atrás, em outubro de 2012, que não tem um enredo, mas sim poemas distribuídos em suas páginas, para expressar o conhecimento que o autor do livro, Pedro Gabriel queria passar,entendo o português através a cada palavra lida, já ele não é brasileiro, mas sim nascido em N’Sjamena, na África, capital do Chade.

10300779_698597643534090_875880052051957318_n

O livro “Eu Me Chamo Antônio” é uma narrativa que transita por todas as fases de um relacionamento amoroso, com um estilo simples e acessível, mas nem sempre óbvio, o leitor acompanha os encontros e desencontros de Antônio. Além de perceber uma irreverência no tom de versos e trocadilhos como, “Invista nos amores à primeira vista”.

10360407_698615706865617_5280862326733617198_nOutras emoções são apresentadas de forma singela, quando há uma separação, por exemplo, “Você, distante, diz tanto sobre mim”. Enquanto a angústia, sentimento que faz parte da instabilidade de qualquer casal, também é citada no livro, “Na dança do amor – dor pra cá, dor pra lá”.  Antônio é um personagem sensível e verossímil, talvez seja por isso que os leitores cultivem a dúvida sobre até onde vai a linha tênue que separa a realidade da ficção.

Pedro faz das suas palavras o seu brinquedo, fazendo da sua diversão se tornar trabalho depois de adulto, pois ele se tornou publicitário e quando deu por si, já estava virando um aspirante a escritor e com um projeto de um livro.

11701036_892903460770173_4735366313543435412_nTudo isso começou como uma página no Facebook, que Pedro Antônio, publicava fotos de guardanapos de bares rabiscados com poemas, então esses pensamentos e ideias gerou seu primeiro livro, “Eu Me Chamo Antônio”, lançando no ano de 2013, pela editora Intrínseca.

Contatos do escritor Pedro Antônio

Site | Twitter | Facebook | E-mail

Por Priscila Visconti