Arquivo da tag: projeto

[Caixa de Som] Capela traz inovação e simplicidade aos ouvidos musicais

10383891_734457186670536_8910280781433219450_n
Foto por: Divulgação

Um projeto formado pelos músicos Caio Andreatta, Gustavo Rosseb e Léo Nicolosi vem para desconstruir todo conceito de banda e música já existente neste universo. Algo novo, refinado, afinado, requintado e altamente nacional. Esse é Capela.

Capela é o encontro da música de cabeceira aos ouvintes que buscam por algo novo e criativo, que completa o o existente, mas não fica nada idêntica a mesmice já existente.

Reunindo vozes afinadas, com instrumentos aguçados, todos na mesma sintonia e harmonia, sintonizando uma só emoção, somando algo inovador e criativo à música brasileira atual.

10933843_719406774842244_966077994447763965_n
Foto por: Bruno Diniz

Ficou curioso em conhecer mais sobre a banda Capela, então você poderá conferir neste domingo (15) o show de lançamento do primeiro álbum deste projeto, intitulado “Sangue Novo”. A apresentação acontecerá no Auditório do Ibirapuera, em São Paulo, a partir das 19h. Os ingressos já estão disponíveis no site da Ingresso Rápido ou pelo telefone: (11) 4003 1212; O valor deles é de R$20, e tem meia-entrada.

Mas, antes ouça abaixo um pouquinho deste projeto arrojado e inovador.

Para saber mais sobre a Capela, acesse a fanpage oficial da banda no Facebook e também, o canal de Youtube do grupo.

Por: Patrícia Visconti

[Total Flex] Mais verde, menos concreto!

10940590_754071398004529_4415880788094684968_n

Em 24 de dezembro de 2013, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, sancionou a abertura do Parque Municipal Augusta, porém dias o próprio alegou de que não haveria verba para a reconstrução do mesmo, e de que o projeto não poderia dar continuidade.

Porém, a população não desanimou, e buscou meios e artifícios para que o Parque fosse novamente uma área lazer, com muito verde e ar puro para respirar.

Essa luta já dura 13 anos, onde já foram realizadas inúmeras atividades, atos de protestos, eventos lúdicos, manifestações de rua, oficinas, debates, piqueniques, assembleias, audiências públicas, etc. O caminho foi longo, árduo e cansativo, mas que resultou na criação do Projeto de Lei do Parque Augusta.

Diversas pessoas se envolveram no projeto, entre artistas, jornalistas, cidadãos de São Paulo e até de outras capitais, aderiram a campanha e enviaram em apoio à iniciativa.

Mas, um ano se passou e o parque foi novamente fechado, contrariando a cláusula pétrea na escritura de uso público do terreno. A solução financeira para a desapropriação foi encaminhada ao prefeito, mas mesmo assim ele insiste em ignorá-la para não tomar a decisão que contraria os interesses privados das construtoras.

Por isso, os idealizadores do projeto decidiu retomar a campanha “Parque Augusta Já!”, e convoca toda a sociedade para aderir e continuar propagar essa ideia, seja através de uma poesia, com uma história, empunhando seu cartaz, sozinho ou com seu pet, compondo uma música, desenhando uma charge ou, simplesmente compartilhando e repassando aos seus amigos o que for criado.

Portanto, se você for humano, contribua com essa campanha, pois o verde e o oxigênio vale mais do que o dinheiro ganho pelas construtoras, que apenas destroem o meio ambiente e enriquecem as custas do que é beneficio para a humanidade, criando crises ambientais e transformando a paz em caos social.

Para mais informações: Site | Facebook

Por: Patrícia Visconti

[Cabine da Pipoca] A animação nacional que “mata” até cachorro a grito

Você sabia que se pode matar um cachorro a grito?

matandocachorro

Pois bem, é isso que o diretor, produtor e roteirista Almir Correia decifrou ao produzir a animação “Matando Cachorro”.

A animação até lembra um pouco aquelas produções do Cartoon Network, como “Coragem – O cão covarde” ou a “Vaca e o Frango”, com a diferença de que a criação é nacional, e mais direcionado a rotina do dia-a-dia.

O curitibano e fundador da Zoom Elefante Produção, uma produtora independente que produz conteúdo original audiovisual como: Animações, documentários, videos experimentais, curta e longa metragens, séries para web entre outros.

A animação em destaque é curta, contêm menos de três minutos e teaser nem 1 minuto, mas suas cores vibrantes e seus efeitos de rotação, mostram quão o simples chama atenção, para apresentar algo corriqueiro. Mostrando que as grandes ideias surgem dos momentos mais inoportunos, transformando-as em momentos únicos.

Assista abaixo o teaser de “Matando Cachorro”:



Em breve bateremos um papo com o produtor desta animação, Almir Correia. Contando-nos um pouco sobre essa criação, e também sobre sua carreira e obras já produzidas.

Por: Patrícia Visconti

[Fotografia] Tina Gomes: Transforma emoções em cliques!

1233609_214092992085055_1911853187_n

Todos nós temos sonhos e anseios em fazer o que amamos, e se estivermos ganhando dinheiro com isso, é melhor ainda, afinal, como já dizia o dito popular, “trabalhe com o que gosta e nunca precisará trabalhar”.

E é isso que a moradora da Cidade Tiradentes, zona leste paulistana, Tina Gomes, ou melhor, a Tininha, que tem 39 anos pretende para sua vida.

Ela, que está desempregada atualmente, sempre sonhou em ter a fotografia como profissão, porém infelizmente nunca teve condições para poder manter e se sustentar apenas disso. Mas, quem persevera sempre alcança, Tininha continua clicando e compartilhando suas imagens pela web, e em galerias virtuais.

Uma artista que transborda sua essência e realidade, em seus cliques, transmitindo seus sentimentos às lentes da câmera. Um extraordinário talento invisível da fotografia que mostra de forma incrivelmente original e impactante as profundezas da alma.

Imagens extremamente únicas, capturadas em momentos oportunos que conduz o observador a uma reflexão direta e objetiva, sobre mundos distintos e infavoráveis à um mundo que apenas mostra o belo e o fake da sociedade, um olhar empírico do qual emiti a essência da artista da obra.

Para divulgar e demostrar apreço a astúcia desta artista que só quer apresentar sua obra, seu olhar e natureza ao mundo, basta apoiar este projeto de Tina em apoio do Catraca Livre, visando tirar a invisibilidade dos grandes obreiros da arte.

Conheça mais sobre o projeto [veja aqui] e contribua com uma renovação artística nacional, afinal há muita gente boa nas margens da sociedade, enquanto os medíocres bajulam, para roubar o espaço dos autênticos.

Confira abaixo algumas imagens de Tina Gomes:

1377200_218309254996762_1782909868_n

10259855_293897887437898_4394707923588835566_n

10639633_348231018671251_4893826159759890893_n

12429_163289553832066_81960722_n

426602_178084442352577_1084681511_nPor: Patrícia Visconti

[Cabine da Pipoca] A emoção que vem de caminhão

1 (1)

Você acredita que em pleno século 21, ainda há pessoas que nunca entraram numa sala de cinema, ou se quer assistiram uma película em uma grande tela?

Pois é, em algumas regiões mais interioranas do Brasil ainda existe muita gente assim, que nunca sentiu esse gostinho de comer pipoca no escurinho, assistindo um filminho.

internaVisando nisso, o projeto Cinemóvel percorre por diversas regiões do Brasil, passando por buracos, poeira e lama das estradas que levam municípios de dois ou cinco mil habitantes, passando por paisagens do agreste nordestino aos pampas gaúchos, uma viagem por todo interior brasileiro.

Organizado pelos produtores culturais Marcio Barcellos e Gabriel Borghi, da catarinense Magma Cultura, que coordena o projeto Gira Brasil – Cinemóvel.

Um projeto que já existe há dez anos, é aprovado pela Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, é coordenado pela Magma Cultura, dirigida por Jefferson Bevilacqua. Em 2014, a empresa coordena sete projetos: Conexão Cultural Tigre/ICRH Cinemóvel e Palcomóvel; Mostra Itinerante de Filmes Nacionais da John Deere, Vitrine Cultural e Gastronômica Gomes da Costa, SC Gás de Cinema nas Comunidades, Cine Energia Enercan e Circuito FMC de Cinema.

10419459_779286882092982_8309837919791257591_n

Neste mês de novembro, o caminhão passa por Santa Catarina, que já passou por Joinville, está em Araquari e segue para Barra velha e Blumenau. Na Bahia e Maranhão, o Circuito FMC vai estacionar o caminhão cinema em comunidades rurais dois estados.

A viagem da sétima arte, propagando emoções em cada estação que ele passa, transbordando alegria e criando fantasia na mente de alguns que nunca entraram em uma sala de cinema, com direito a pipoca, que os próprios moradores distribuem para a garotada e todo público presente, que se diverte assistindo as películas dentro de um caminhão, com tela de 20 polegadas, ar condicionado, cadeiras confortáveis e até lanterninha.

Para mais informações sobre o projeto, sobre as sessões e as cidades que o caminhão passará, acesse a fanpage do Cinemóvel e fiquem ligados nas novidades.

Por: Patrícia Visconti

[Cabine da Pipoca] Projeto divulga curta-metragens produzidos na periferia de SP

safe_image

Há sete anos o projeto Cine B propaga a sétima arte na periferia de São Paulo, levando sessões de cinema gratuitas com curta-metragens produzidos por moradores das comunidades e dos bairros longínquos do centro da metrópole.

Neste ano, o projeto que está lançando a 4ª edição do Selo CINEB, coletânea que reúne curtas-metragens independentes e nacionais. Pensando na importância que o formato tem no audiovisual, essa edição contemplará filmes produzidos na periferia.

295079_278676092207394_262692460_nO selo CineB nasceu como uma proposta de inserir o formato curta-metragem e geração de renda ao produtor, sendo que são selecionado cinco filmes para que fazem parte de um DVD, que são transmitidos em sessões do projeto a preços populares. Toda a renda é revertida entre os produtores dos filmes e a comunidade.

O projeto é reconhecido pelo Ministério da Cultura, qual foi reconhecido através do prêmio da Secretária de Economia Criativa. Além do mais, o selo é uma realização do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região, e conta com a produção da Brazucah Produções.

Desde sua criação, o circuito alternativo de exibição de filmes já levou o cinema nacional para mais de 43 mil pessoas, em 333 sessões gratuitas espalhadas por comunidades e universidades de São Paulo.

Para conhecer mais do projeto acesse a página oficial do CineB, e ajude a compartilhar a cultura que das comunidades e difundi para todo o mundo, levando a essência da raiz humanitária e dos talentos brutos da periferia de uma grande cidade.

Por: Patrícia Visconti

[Cabine da Pipoca] Força de vontade e paixão pela sétima arte


Brasileiro que mora desde a infância em hospital arrecada fundos para animação que está produzindo

Conheçam o paulista Paulo Henrique Machado, 45 anos, mais também é conhecido como Paulinho, el mora em um quarto no Hospital das Clínicas desde que era bebê, já que está no hospital devido à Poliomielite – paralisia infantil – que o ocasionou quando ainda era um bebê e por passar o tempo a doença ter afetado vários órgãos e ele precisa de aparelhos para respirar e poder tentar ter uma vida quase normal.
Continuar lendo [Cabine da Pipoca] Força de vontade e paixão pela sétima arte