[Cantinho Literário] Projeto “Leitura no Vagão”, incentiva usuários do metrô lerem nos trens

10599570_313716548802702_5556975984330048794_n

Salve salve galerinha, dessa vez não vou indicar nenhum autor, nem dar dicas de livros e tampouco falar sobre cursos literários, mas sim quero apresentar um projeto que está incentivando cada vez mais os usuários do metrô a largarem o celular e lerem mais nos trens, afinal quem lê estimula o cérebro e mexer toda hora no telefone, sem proposito algum, só para não olhar na ‘cara’ dos outros, só aliena e estimula o egoísmo nas grandes metrópoles.
Por isso, se liguem nessa ideia, pois com certeza os amantes da literatura, vai aderir ao projeto e participar da troca dos livros.

Quem pega metrô nos grandes centros das capitais brasileiras, está sempre com o livro dentro da bolsa para distração da viagem, e foi pensando nisso que o desenvolvedor de Software Luís Fernando Tremonti, teve a ideia de criar o projeto “Leitura no Vagão”, que pretende incentivar os usuários do Metrô a deixar o celular de lado para ler um livro em seus deslocamentos.

A ideia do projeto também é que os leitores usuários do metrô, tiram selfies com seus livros e compartilhem em suas redes, como Twitter, Facebook ou talvez no Instagram, com a hastag #leituranovagão e contar um pouco do livro que estiver lendo. O curador do projeto, o Luís Fernando, também espalha livros pelos bancos dos trens, além de sortear algumas publicações para os seguidores das páginas, esperando que, depois da leitura, os contemplados “esqueçam” o livro dentro de um vagão para que outras pessoas tenham acesso a ele.

O “Leitura no Vagão” chega no mesmo momento em que outro projeto de leitura foi desativado. Em 2004, o “Embarque na Leitura”, coordenado pelo Instituto Brasil Leitor, inaugurou uma pequena biblioteca na Estação Paraíso. Em que emprestava livros gratuitamente aos usuários do transporte público. A ideia deu certo e outras cinco unidades foram abertas (Tatuapé, Linha 12 – Safira; Luz, Linha 4 – Amarela; Largo Treze, Linha 5 – Lilás; Santa Cecília, Linha 3 – Vermelha e na estação Brás, da CPTM). O Metrô contabilizou 700 mil empréstimos para 50 mil usuários cadastrados. Mas todas as unidades foram fechadas em dezembro do ano passado.

Pois segundo o gerente do projeto, “Embarque na Leitura” acabou por falta de incentivo e patrocínio dos grandes, como os governantes e empresários. Por isso quem quiser participar do projeto “Leitura no Vagão”, pode entrar em contato com Luís, através das páginas oficiais e conferir quais livros serão deixados nos trens do metrô e como pode participar para deixar livros, afinal é melhor fazer trocas de livros e renovar sua cultura literária, pois assim incentiva a leitura em sua cidade.

10592986_313942348780122_6799504124294263689_n

Para mais informações acesse as redes do Leitura no Vagão:
E-mail: leituranovagao@gmail.com
Twitter: https://twitter.com/leituranovagao
Facebook: https://www.facebook.com/leituranovagao

Por Priscila Visconti

Uma consideração sobre “[Cantinho Literário] Projeto “Leitura no Vagão”, incentiva usuários do metrô lerem nos trens”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s