Jovens brasileiros se reúnem em um projeto independente para propagar os quadrinhos nacional

31225495_563652277367289_8923692347338784768_n
Divulgação

Um grupo de jovens quadrinistas independentes se juntaram para produzir uma paixão de todos os envolvidos no projeto, fazer quadrinhos. Os envolvidos são da periferia de São Paulo, Osasco e até do interior de Minas Gerais.

35473242 591133444619172 5797939033346670592 n
Seca de Nanquim

Eles se conheceram em 2014 no curso “Fanzines nas Zonas de Sampa”, oferecido pelas bibliotecas municipais e ministrado por Thiago Spyked, Fernando dos Santos e Gau Ferreira na Biblioteca Municipal Paulo Setúbal, mas não contentes com a edição compilada da história produzida no curso, eles decidiram se reunir e lançar próprias edições.

Assim surgiu o Seca de Nanquim, um lugar que reúne trabalhos de diversos quadrinistas nacionais e internacionais, com muitos elogios das críticas e bastante recomendado. Um projeto feito de coração, para atender à todos os leitores que gostam de ler quadrinhos. Pois há diversos tipos de histórias para todos os gostos.

O projeto já esteve presente em vários eventos neste ano de 2018, como o Prêmio Angelo Agostini, Festival Guia dos Quadrinhos, FIQ – Festival Internacional de Quadrinhos, em Minas Gerais, além dos eventos espalhados pelos Sescs de São Paulo e feiras literárias em bibliotecas e centros culturais da cidade.

35643166 591134201285763 4673831832968495104 n
Seca de Nanquim

Entre os quadrinhos independentes que estão em produção, de vários artistas como o Gui Feliciano, Paula Yuri Fujimoto, Bárbara Bueno, Deni Akio, Danilo Hasor, entre outros quadrinistas. Confira abaixo alguns trabalhos que já estão disponíveis, para adquirir algum exemplar do Seca de Nanquim, basta entrar em contato com algum dos artistas ou acessar a página do coletivo, pedir seu exemplar e se deleitar com a produção dos trabalhos desses jovens quadrinistas.

Atualmente, o Seca de Nanquim conta com seis obras publicadas, cada uma com um público e temática diferente, abrangendo desde os quadrinhos, sketchbooks e até jogos eletrônicos, uma tamanha diversidade se reflete na composição do grupo, que entre seus sete membros ativos atuais, possui desenhistas, roteiristas, uma colorista, uma animadora e um programador.

Veja abaixo um pouco das obras de alguns artistas do Seca de Nanquim:

page
Divulgação

A Coelha e o Picolé
“Babuelha levava uma vida feliz até o fim do ensino básico. Porém, por não decidir qual carreira seguir, acaba indo parar numa escola conhecida como “inferno na terra”.
Arte e Roteiro: Gui Feliciano.

Bloqueio Criativo
“A história de um artista com bloqueio criativo, que faz de tudo para ter sua criatividade de volta, apelando até para seres imaginários, como as fadas, além de tomar pílulas de memória para desbloquear suas ideias.”
Arte e Roteiro: Paula Yuri Fujimoto

Coração Mole, Couro de Pedra
“Coração mole, couro de pedra” é uma história sobre amor, solidão, confiança ou a falta dela. Se passa num país fictício onde o sexo foi banalizado, e o culto ao corpo e ao supérfluo imperam. Em contraposição, a protagonista, criada por uma figura feminina forte, que abomina tais valores, busca um amor verdadeiro e duradouro, lutando contra a não aceitação tanto por parte dos outros, quanto de si mesma, e contra barreiras que ultrapassam o emocional, a tornando impossível de ferir fisicamente, mas também insensível ao toque. Para nosso grupo exclusivamente vou revelar o spoiler de que o próximo capítulo mostrará um segundo interessado no roubo das pedras e que a execução deste roubo com todos os envolvidos definirá o ponto de virada que culminará em vários dos elementos descritos na minha sinopse.”
Arte e Roteiro: Bárbara Bueno.

Flores & Fúria
“Em um arquipélago em que se vive a distopia do “salve-se quem puder”, uma jovem florista se arrisca tentando gerar gentilezas em terras onde o mais forte é quem governa. Nesse contexto, ela acaba conhecendo o maior ladrão daquele lugar, que se revela ter alguma conexão com suas flores, estas que parecem ser bem mais do que meros presentes.”
Arte e Roteiro: Deni Akio.

O Diário Randômico
“Aventuras e desventuras envolvendo os guardiões do Diário da realidade.”
Arte e Roteiro: Gui Feliciano.

Rock, A Busca
“Relata um fato que aconteceu com o jovem Jimi Roque, onde em um sonho se viu frente a frente com lendas do Rock, que lhe passaram uma mensagem um tanto inusitada, é ai que entra a questão de acreditar ou não no que lhe foi transmitido, seria real ou apenas um sonho comum?
Arte e Roteiro: Danilo Hasor.

35525241 591134214619095 7459525167065071616 n
Seca de Nanquim

Mais informações acesse os endereços abaixo:
Site | Facebook | Instagram

Por Priscila Visconti

Uma consideração sobre “Jovens brasileiros se reúnem em um projeto independente para propagar os quadrinhos nacional”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s