Wagner Willian reconta a história angustiante de Joana d’Arc em seu novo trabalho

joana3

Começando pra valer mais um ano aqui no OBC, com um lançamento de força e resistência que contam com questão religiosas, preconceito e o machismo na trama, que é a história de Joana d’Arc, do escritor e quadrinista Wagner Willian, que reconta um drama importante de forma angustiante e dura. Com o cenário do início do julgamento quando Joana é acusada de blasfêmia, heresia e apostasia por membros da Igreja.

capa-1-1431x2048A trama é relacionada a realidade da época com a atualidade, mesclando frases antigas com outras comuns do nosso dia-a-dia, além do próprio discurso mostrar conflitos misóginos que mudaram o formato, mas ainda persistem no mundo atual, que Wagner tratou de temas de abordagem difícil sem suavizar.

A obra foi inspirada no filme A Paixão de Joana d’Arc, um filme de 1928, que foi dirigido pelo dinamarquês Carl Th. Dreyer e protagonizado pela atriz francesa Renée Jeanne Falconetti, também conhecida como Maria Falconetti. A trama se destaca por ser baseada nos documentos históricos do julgamento de Joana e pela interpretação magistral da atriz principal, que lhe rendeu diversos prêmios e notoriedade mundial na época. Um filme que mostra o sofrimento da jovem Joana, lembrando muitos críticos algo como a tortura de Cristo pelos romanos.

jd-2-810x334

Willian conta do triunfo sobre a autoridade, o falso valor de hierarquia, de tudo aquilo que é dito como certeza política ou verdades religiosa, usando uma linguagem de metalinguagem em suas obras como Bulldogma (Troféu HQMix, Grampo de Ouro) e Lobisomem Sem Barba (Prêmio Jabuti), com textos narrativos e balões soltos pelas páginas, gerando uma maior imersão na leitura, criando um ritmo de tensão à narrativa.

O martírio de Joana Dark Side, foi lançado na CCXP 2018, em formato 14,8 x 21 cm, pela Editora Texugo, contendo 76 páginas e a escolha do papel pólen foi acertada, por deixar as imagens mais sóbrias e agradáveis à leitura.joana

O prefácio foi feito pela jornalista e crítica Gabi Franco, do Minas Nerds – um site que é ‘super referência’ para nós d’O Barquinho Cultural -; Essa obra mostra a história de Joana d’Arc, perdida no tempo, recontada com uma drama dura e angustiante, tendo como cenário o julgamento de quando ela foi acusada de blasfêmia, heresia por membros da Igreja.

Informações da obra:
O martírio de Joana Dark Side
Editora: Texugo – Edição especial
Autor: Wagner Willian (roteiro e desenhos)
Preço: R$ 35,00
Número de páginas: 76
Data de lançamento: Novembro de 2018

Por Priscila Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s