‘Marighella #LIVRE’ – Um grito de liberdade contra a intolerância e a opressão

IMG-20190701-WA0008-II

Em tempos de intolerância e ignorância, relembrar pessoas que foram importantes para expandir a liberdade de expressão e a luta revolucionária contra o autoritarismo e a ditadura, são mais do que essenciais para ser difundindo, para que não nos fechamos e adentramos numa nova ditadura. Transformando luta em arte, e ressuscitando antigos “heróis”, com a pretensão de criar novas batalhas em histórias memoráveis e de superação.

No ano em que completa 50 anos da morte o escritor e revolucionário, Carlos Marighella, preso na década de 30, durante a ditadura de Getúlio Vargas e torturada para entregar seus companheiros de luta, quando tinha tinha apenas 24 anos. Os quadrinistas Rogério de Faria e Ricardo de Sousa lançam uma HQ característica e inerente para difundir as batalhas de Marighella em combate ao fascismo e intolerância que permeava naquela época e nos atemoriza até hoje.

capafinal2b

“Marighella #LIVRE” conta com roteiro de Faria e artes de Ricardo Sousa, e apresenta uma trama idealizada a partir de um vasta pesquisa sobre o escritor e guerrilheiro Carlos Mariguella, baseado em relatos sobre sua prisão, além de escritos feitos pelos próprio autor, em obras biográficas e documentários, aonde se lapidou as informações e transformou numa HQ didática, discursiva e original, sendo fiéis ao período e o personagem para contar uma história nossa, de forma única, sobre o episódio real.

A revista em quadrinhos contará em formato 17 cm X 24 cm, 24 páginas em preto e branco e papel offset 90g. A capa será feita em papel cartão com boa gramatura e acabamento em laminado fosco. O projeto encontra-se disponível no financiamento coletivo com recompensas que vão de marcadores de páginas, prints, pôsteres, artes originais e frete grátis para todo o Brasil.

IMG-20190701-WA0009w

Uma obra histórica e representativa nos tempos atuais, em que querem calar a oposição e alienar todos numa política mesquinha e retrógrada, apresentar os heróis que tanto assola o fascismo que cisma em nos assombrar com sua censura imensurável e a violência exacerbada.

 

Por Patrícia Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s