Bate coração – Nova comédia brasileira traz questões importantes, mas não se aprofunda

BATE-CORACAO11-660x330

O cinema é um meio poderoso de evidenciar temas importantes que merecem a atenção da sociedade, e esse é o elemento mais rico de Bate Coração.

Dirigido por Glauber Filho (“As Mães de Chico Xavier“), o filme propõe uma discussão sobre a doação de órgãos e o preconceito através da história de Sandro, um publicitário homofóbico e mulherengo que após sofrer um ataque cardíaco durante a noite de Ano Novo, precisa urgentemente de um transplante de coração. Ao perceber que seu comportamento mudou depois do transplante, o protagonista descobre que o coração que lhe deram pertencia a
Isadora, uma travesti que morrera na mesma noite de sua cirurgia, e fica extremamente revoltado com a situação.

Se de um lado acompanhamos o personagem de André Bankoff, descobrindo como se tornar uma pessoa melhor e valorizar a nova oportunidade de vida que lhe foi dada, do outro acompanhamos Isadora, ou melhor, seu espirito, tendo dificuldades para deixar sua antiga vida para trás.

bate-coracao01

Logo no início do filme é possível notar que existe um desenvolvimento desproporcional entre os dois protagonistas, enquanto Sandro é um personagem raso e estereotipado, o personagem de Aramis Trindade tem mais personalidade e uma história elaborada, por essa razão o ator consegue cativar muito mais o público com sua divertida Isadora. Já, o restante do elenco é composto por figuras interessantes como Davi, o filho de Isadora, porém o roteiro explora pouco sua aparição, e assim como os demais personagens acaba ganhando destaque apenas em momentos de alívio cômico.

Visualmente as câmeras também exploram poucos os ambientes de Fortaleza, cidade onde foi gravado o longa, mas isso não chega a ser um problema sério, levando em consideração que o filme proporciona uma experiência mais intimista e simples, focando mais no desenrolar das vidas pessoais dos protagonistas.

bate-coracao04

Apesar de não ser nenhuma superprodução e conter algumas falhas que comprometem o desdobramento das questões mais importantes propostas pela trama do filme, Bate coração é um filme que diverte o expectador com e alguns momentos até emociona.

Com uma pegada que lembra Ghost, só que em versão comédia, a obra consegue falar com um tom bem suave sobre assuntos sérios, mas, infelizmente, se aprofunda pouco em sua mensagem principal.

 

Nota: 🌟🌟🌟

Por Gabriela Ruiz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s