“Jeremias Pele” fecha o ano com representatividade e exatidão levando o prêmio Jabuti na categoria “História em Quadrinhos”

ZUMBIDOSPALMARESMAURICIODESOUZAPATRICIARIBEIRO-142

Na última quinta-feira (28), aconteceu no Auditório do Ibirapuera, em São Paulo, um dos maiores prêmios de literatura do Brasil, o Prêmio Jabuti 2019, trazendo muita representatividade e empoderamento, trazendo a público grandes nomes das artes literárias e quadrinísticas de destaque no país, como por exemplo os vencedores na categoria, “História em Quadrinhos”, um nicho que foi reconhecido recentemente na premiação, e que neste ano foi destaque com a Graphic MSP, “Jeremias – Pele“, dos autores Rafael Calça e Jefferson Costa.

jeremias-jabutiÉ o primeiro Jabuti da História da Mauricio de Sousa Produções, e mostra o quanto representatividade importa. Jeremias – Pele ajudou a mudar nossa empresa por dentro, e torço demais para que ela chegue às escolas de todo o Brasil“; relatou o editor do selo Graphic MSP, Sidney Gusman, pela importância da premiação.

O álbum aborda de forma precisa e sútil o racismo e a discriminação, mostrando quão os negros carregam este carma desde sua infância, com ironias dos colegas da escola e até mesmo de alguns professores, que categorizam essa marginalização de forma escancarada e explícita, sem aspas e entrelinhas, interpretando as diferenças como algo esquisito e excluído da sociedade.

81913dc3fa2e4e4f9b87fa31de7e6c63Mas, Rafael e Jefferson trouxeram com força total esse preconceito enraizado que muitos carregam em sua essência, apresentando de forma distinta e singular a desmistificação de velhos conceitos seguidos.

Que honra o Prêmio Jabuti ter prestigiado a história de um menino negro descobrindo o mundo e sua força interior. Este é um mundo novo, no qual as ideias velhas serão abandonadas. Começando pelo Bairro do Limoeiro, onde a infância e o amor inspiraram e inspirarão crianças do Brasil e do mundo afora“, declarou Rafael que estava exultante e honrada pelo prêmio.

Este foi o primeiro prêmio à Mauricio de Sousa Produções e também da Editora Panini, que se sentem enobrecidos e gratos por tal honraria, como comentou o gerente de Marketing da Panini Brasil, Marcelo Adriano da Silva; “Estamos honrados e muito felizes de levar para casa a premiação mais almejada da literatura brasileira. Oferecer publicações como esta só prova que estamos no caminho certo para apresentar ao público a diversidade do país”.

IMG-20180424-WA0073

“Jeremias – Pele” foi a 18ª graphic novel do selo, lançada em 2018, essa foi uma das mais aguardadas e repercutidas pelo público, tornando referência no segmento, reunindo um traço conveniente, num estilo único, ousado e admirável, os autores trouxeram sua própria interpretação no personagem de Mauricio de Sousa, em uma trama forte, dura, emocionante, permeada de dor, superação e um árduo aprendizado.

Este é o segundo prêmio que a álbum recebe este ano, já que ele havia vencido o Troféu HQ Mix nas categorias “Edição Especial” e “Publicação Juvenil”, e a graphic novel concedeu o Troféu Angelo Agostini para Rafael Calça como Melhor Roteirista por este trabalho.

Por Patrícia Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s