The Witcher promete conectar o mundo real com a fantasia, numa trama envolvente e intensa

cropped-cropped-The-Witcher-Series-Img-Em-Destaque-4-1

A CCXP 2019 acabou no último dia 8 de dezembro, repleta de atrações épicas e surpresas memoráveis, que apenas um evento desta magnitude pode ofertar aos fãs de cultura pop. Entre esses momentos, um convidado para lá de especial abriu as atrações no Auditório Cinemark, durante o painel da Netflix, divulgando a nova série do canal de streaming, baseado no best-seller de fantasia “The Wicther”. Este convidado nada mais é que o belíssimo e grande ator, Henry Cavill.

Henry esteve no Brasil no último dia na CCXP, junto a showrunner do seriado, Lauren Schmidt, e falou um pouco sobre seu conhecimento sobre ser fã do game e também sobre este gênero fazer parte de sua vida. Alegando quão desde criança a fantasia já fazia parte de sua rotina. “Meu pai sempre lia livros de fantasia para mim antes que eu mesmo pudesse ler quando criança“, disse Cavill. Todavia, de principio o ator não conhecia a franquia através dos livros, antes de fazer os testes para a série.

Mas, o mais surpreendente é que Cavill que foi atrás para interpretar Geralt de Rivia, explicando que a principal razão para interpretar o personagem era que ele é fã de The Wicther, e segundo pela vivência do gênero fantasia desde sua infância.

Eu vim atrás deste papel por várias razões. Primeiro, pela simples razão de ser fã de The Witcher. E dois, por viver no gênero fantasia desde criança. É o que faço no meu tempo livre. É o meu hobby. É um universo que me empolga e interpretar um personagem que eu amo tanto quanto Geralt, neste mundo de fantasia, é para mim um sonho se tornando realidade. E então eu fiz uma campanha bastante intensa sobre isso, para conseguir o papel“, explicou o ator.

DSC-263720191208-6303-19l2ge6

Lauren que também está bastante animada com o lançamento da série contou como conheceu o escritor Andrzej Sapkowski, durante uma viagem à Polônia. “Eu fui lá para uma viagem de pesquisa. O que eu realmente queria saber é o que o fez querer escrever e o que havia dentro dele. Acho que todo escritor coloca um pouco de si dentro de seus materiais. Então, eu queria ver quais partes dele estavam no livro, o que era importante para ele… E eu mostrei a ele o meu ângulo de contar as histórias. Ele me pareceu muito animado, mas então basicamente solicitou que ainda não assistisse a nenhum dos episódios. Sapkowski me deu essa ótima analogia que é: ele não quer ver os ingredientes da sopa, mas sim provar quando tudo estiver pronto. Então, ele estará assistindo com todo mundo no dia 20 de dezembro. Mal posso esperar“, disse a showrunner.

Henry ainda completou quão o seriado se conecta com o enredo os personagens, até comentou sobre as semelhanças entre si com Geralt, falando até mesmo sobre seu senso de humor e sua visão de mundo. “Meu ponto de acesso sempre foi o relacionamento de Geralt com os personagens – especificamente com Yennefer. Eu já era ‘Team Yenn’ nos games e senti bastante a conexão emocional entre os dois personagens depois. Apesar do que possa estar emocionalmente lá, e a angústia emocional que você cria como seu personagem, sempre houve verdade no relacionamento entre Yennifer e Geralt. E eu senti isso muito, apesar da minha experiência em jogar os jogos, quando li os livros“, disse o ator.

Já Lauren hesitou em comparar a trama com o mundo real, dizendo que a história trata-se de um grupo de pessoas em um momento de dificuldades que lutam pela sobrevivência em sentir que pertencem a um determinado local, e isso pode ser algo positivo para que o público hoje se fixe a série, que “pode ajudar a aumentar a empatia por outras pessoas que também estão lutando de uma maneira diferente da sua. Espero que o show seja divertido mais do que tudo. Mas se você pode se divertir e depois pensar no que viu, depois de desligar a TV à noite, não há nada melhor“, completa a showrunner.

HEY2566-f-r20191209-6336-1y3ub5y

Além disso, durante o painel no festival foram exibidos três cenas inéditas de The Witcher, causando total empolgação e excitação nos fãs que estava presente no auditório. Entre essas cenas, uma era original, não está presente nos livros, e promete comover e emocionar os aficionados por fantasia e mistério.

The Witcher chega mundialmente ao streaming da Netflix no próximo dia 20 de dezembro.

 

Por Patrícia Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s