Rimworld – Uma Aventura sobre a Evolução Humana

rimworld

Durante minha última resenha de Kenshi, citei um título interessante, mas não dei muita ênfase nos porquês. Hoje, vou falar mais sobre um dos jogos mais únicos e criativos que já joguei: Rimworld.

Aproveitando a mesma premissa, mas usando uma temática totalmente diferente, Rimworld narra a história de uma colonização futurista, vivendo em um planeta distante, aprendendo sobre a fauna e flora do local e se adaptando aos perigos. O maior objetivo de cada colônia é criar um foguete para que possam ir para outro planeta e continuar a aventura.

RWBase-OPT

Rimworld é um jogo de estratégia e construção de base criado pelo desenvolvedor independente Tynan Sylvester e pela Ludeon Studios. Criado no ano de 2013, sendo lançado oficialmente em 2018, o projeto inicialmente foi apoiado pelo Kickstarter e foi um grande sucesso, permitindo que o jogo conseguisse apoio financeiro rápido o bastante, e evoluindo de um simples protótipo para um projeto mais ambicioso.

Já que há várias formas de iniciar o jogo, há também várias formas de atingir seus objetivos, você pode controlar um grupo tribal e tentar evoluir usando ferramentas de pedra até atingir a nanotecnologia e o uso de equipamentos espaciais, ou ser uma pessoa milionária e com diversos recursos para tentar sobreviver. Essas são apenas algumas das poucas opções em que o jogo permite para o seu início.

A formação de personagens é incrível, onde se encontra a magia do jogo. Cada personagem possui seus próprios atributos e traços, o que os fazem mais realistas, esses personagens podem ser mais fáceis ou mais difíceis de lidar. Eles podem ser mais inclinados a determinados climas ou até mesmo diferentes hábitos. Personagens com o passar do tempo se casam e um enredo é construído desde o início do jogo, de uma forma totalmente aleatória.

planet1a

Cada combate também se baseia de uma forma diferente, tiros, explosões ou até mesmo animais silvestres podem deixar cicatrizes ou causar danos permanentes. A perca de órgãos ou membros podem dificultar sua aventura, mas felizmente, existem diversos meios de recupera-los usando a medicina futurista.

Para sobreviver, você deverá contar com a ajuda de pessoas interessadas a se juntar a sua colônia, à caça, colheita e a tecnologia. Podendo também ir procurar por negociantes e andarilhos interessados em negociar. Para jogadores com moral mais duvidosa, é possível realizar ataques à bases, roubar itens, fazer emboscadas e conseguir prisioneiros. Esses prisioneiros podem ser úteis para caso você queira futuramente recrutá-los para sua colônia,
vendê-los ou remover órgãos para seus colonos. Não pense que esses atos sairão impunes, pois seus colonos jamais se esquecerão de cada ato realizado, seja um ato bondoso ou um ato cruel.

Além disso, o jogo conta com a workshop, na plataforma Steam e também em alguns sites de mods, e conta com uma comunidade extremamente ativa e acolhedora, o que fará com que diversos outros recursos e meios sejam implantados, há modificações que instalam novos períodos históricos, utilizam como cenário universos de ficção conhecidos (como zumbis e o universo de terror cósmico de H.P Lovecraft), novos meios de início de campanha, e entre outros detalhes, tornando o jogo cada vez mais único.

Storyteller

Os narradores são o maior ponto para gerar o desafio do jogo, eles transmitem de forma resumida, toda a dificuldade do jogo, há 3 narradores: Cassandra Classic, que costuma ser bem paciente e generosa, mas conforme o tempo, aumenta a dificuldade e os eventos aleatórios. Phoebe Chillax é a minha favorita, costuma dar um bom tempo para o preparo entre cada evento. E o favorito entre muitos jogadores experientes é o Randy Random, que costuma lançar inimigos e eventos de forma aleatória, não importando a dificuldade pré-selecionada do jogo, eventos podem ser extremamente fáceis a impossíveis, dependendo da sorte do jogador.

Os gráficos são simples e a trilha sonora com o tempo se torna um pouco repetitiva, mas nunca a ponto de ser irritante. O jogo é extremamente fácil de se aprender e para se tornar experiente, poderá levar um longo tempo, devido as suas diversas formas de se jogar.

Rimworld é um jogo muito interessante e que com apenas alguns minutos em uma demonstração, tive o interesse e efetuei a compra imediatamente, visto que ele me recordava de um clássico da internet, Dwarf Fortress. Um jogo que também usa a mesma mecânica e foi inspiração para diversos títulos, inclusive Minecraft. A construção aleatória de personagens, cenários e inimigos é o que fazia a magia de Dwarf Fortress, e o mesmo conceito é usado em Rimworld em cada detalhe.

 

Por Leonardo Rodrigues

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s