Lady Killer: As mulheres mais letais da história em uma série de crimes matador

valkirias-lady-killers-1

O livro de hoje é sobre as mulheres mais letais da história em uma edição extremamente matadora, em uma obra da Darkside Book preparou uma investigação criminal com sua Crime Scene, pois quando pensamos em assassinos em série, automaticamente lembramos em homens matando mulheres, vítimas de um apetite atroz por sangue e uma irrefreável de carnificina. Mas nesta obra as mulheres podem ser mais letais quanto qualquer homem e deixar rastros de corpos por onde passam, em que acontece quando as pessoas são confrontadas com uma assassina em série.

LADY-KILLERS-ASSASSINAS-EM-SE-1544453210835268-SK1544453211-BA obra Lady Killers: Assassinas em Série é um dossiê de histórias sobre assassinas em série e seus crimes ao longo dos últimos séculos, e o material perfeito para você mergulhar fundo em suas mentes. Com um texto informativo e espirituoso, autora recapitula a vida de catorze mulheres com apetite para destruição, suas atrocidades e o legado de dor deixado por cada uma delas.  São histórias narradas através de um necessário viés feminista, em que iremos esquecer tudo aquilo que achavamos sobre assassinos letais, perto de Mary Ann Cotton e Elizabeth Báthory, para citar apenas algumas, Jack, o Estripador ainda era um aprendiz.

Sem-t-tulo-1

Pois Telfer dispensa explicações preguiçosas e sexistas e disseca a complexidade da violência feminina e suas camadas. A autora também contesta os arquétipos vovó gentil, mãe carinhosa, dama sensual, feiticeira traiçoeira, entre outros, buscando entender por que as mulheres foram reduzidas a definições tão superficiais.

clayci-oliveira-lady-killers-capaNa edição brasileira de Lady Killers: Assassinas em Séries conta ainda com quase oitenta páginas de materiais extras: além das catorze biografias pesquisadas e escritas por Tori Telfer, há ainda outros catorze perfis adicionais selecionados pela DarkSide Books, que contou com a ajuda da maior especialista brasileira no assunto: Ilana Casoy.  Que esteve pela linha de Crime Scene, Ilana lançou Arquivo Serial Killers – Made in Brazil / Louco ou Cruel e Casos de Família, onde retrata alguns dos maiores casos policiais da nossa história. Além dos chocantes crimes nacionais, a linha Crime Scene também conta a história do hippie macabro Charles Manson, do ex-jogador de futebol americano O.J. Simpson e muitos outros.

valkirias-lady-killers-3

Enquanto Tori manteve certa distância com relação às suas retratadas, afastando-nos em algumas décadas, ou séculos, de seus crimes — no material extra podemos conhecer mulheres contemporâneas que continuaram a matar de maneira tão cruel quanto astuta. É nessa galeria que encontramos a brasileira Heloísa Borba Gonçalves, assassina de seus maridos.

Sem-t-tuloConsiderada “envolvente e carismática”, Heloísa está foragida desde 2004 e acumulou, por meio das apólices de seguro que recebeu após as mortes de seus maridos, mais de 20 milhões de reais. Outra parte do material extra preparado pela DarkSide Books é a lista com produções da cultura pop que retratam mulheres más, assassinas em série que estão nos cinemas e na televisão.

Lady Killers: Assassinas em Séries é leitura essencial para quem se interessa por investigações, crimes e biografias, que mostra o estranho mundo dos psicopatas, pervertidos e assassinos seriais sempre despertou o medo e a curiosidade mórbida em muitos de nós e a linha Crime Scene surgiu para entrar na mente dos que obedecem à macabra vontade de matar.

Por Priscila Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s