O Céu da Meia Noite – Um filme emocionante e consciente para o futuro do Planeta Terra

ceu-da-meia-noite

O Céu da Meia Noite é um filme norte-americano de ficção-científica, dirigido e protagonizado por George Clooney, baseado no romance de 2016 da autora Lily Brooks-Dalton, “Good Morning, Midnight“.

O longa é uma produção original da Netflix lançado em dezembro de 2020, em uma época pós-apocalíptica em que o cientista Doutor Augustine Lofthouse segue solitário no Ártico, enquanto ele corre para impedir Sully e seus colegas astronautas á voltarem para casa (Terra), em uma misteriosa catástrofe global.

Uma trama emocionante e consciente, que visa pela preservação do Planeta, para que não acabamos com ele e também com nossas próprias vidas, além de ter um texto romântico e dinâmico, para que todos possam compreender a mensagem do filme.

O Céu da Meia Noite se passa o tempo todo no Ártico, onde o Doutor Lofthouse está, em que ele passa por alguns apuros, mas sempre sem ninguém para conversar, ele com ela até visões de uma garotinha perdida, mal ele sabe que ela é sua filha que nunca conheceu, pois estava em missão pelo Ártico.

No desenrolar da história, Augustine consegue se comunicar com os astronautas em órbita no espaço, que estão voltando de uma missão de Júpiter, pois em 2049 a NASA estará desbravando outros planetas além de Marte. Durante a conversa com os astronautas, Augustine descobre que aquela jovem cientista que ele está conversando é sua filha Iris Sully Sullivan, a mesma menina que ele via em seus delírios sozinho na unidade no Ártico.

Uma história de amor e proteção, que toca o coração até mesmo da pessoa menos sensível do mundo, além de mostrar o consentimento da preservação ao meio ambiente, sendo um bom filme para ser visto e repensar sobre o futuro.

Além de Clooney, o longa conta com Felicity Jones, David Oyelouro, Tiffany Boone, Demian Bichin, Kyle Chandler, Caroilinn Springall e Sophie Rundle, o roteiro é do Mark L. Smith e a produção de George Clooney, Grant Heslov, Keith Redmon, Bard Dorros e Cliff Roberts. O filme está disponível na Netflix e também é um dos indicados ao Oscar 2021 na categoria Melhor Efeitos Visuais.


Nota: ⭐⭐⭐

Por Priscila Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s