Os Guerreiros de Santos lançam projeto editorial no Catarse

guerreiros-logo

Os guerreiros da cidade Santos, criadores da maior comicon da Baixada Santista, uniram o amor pelos quadrinhos, cinema e cultura pop em geral para formar o grupo Os Guerreiros, que depois surgiu a ideia da Santos Comix Expo, e já estão atuando nesse mercado há mais de dez anos, que lutando para realizar seus objetivos.

O grupo é composto por heróis dos mais variados segmentos, saúde, tecnologia, educação, finanças, comércio, lei e educação. A partir destes fóruns, os guerreiros se envolveram na gênese de publicações e editoras de quadrinhos, bem como começaram também a produzir e a participar de podcasts sobre o gênero. Tudo fruto de uma amizade longeva que tem a origem na leitura e discussão sobre cultura, da erudita até a pop.

Por mais que faz algum tempo que eles não fazem o evento, mas os guerreiros estão sempre desenvolvendo projetos pela cidade de Santos, em 2020 eles retornariam com um grande evento da SCE, mas devido pandemia da COVID-19, não realizaram, foi triste, mas foi melhor assim, mas todos estão a mil para repensar em muitas coisas e entender que passo poderão continuar a trajetória cultural.

Mas, os Guerreiros estão sempre pensando em maneiras de oferecer suporte aos artistas e lojistas de outras formas no próximo semestre, e levar ao público o contato com suas produções e produtos, adaptando diversas estratégia de luta, para segurem juntos em 2021 caminhando em um mundo mais amadurecido e consciente da necessidade da Arte e com a primeira edição virtual da Santos Comic Expo.

images-1

Além da primeira edição online o grupo também tem uma nova surpresa aos amantes de cultura, a primeira criação do selo editorial da SCE Editorial. O evento ao longo dos anos sempre teve um dos maiores corredores de artistas do país, com as principais lojas e as editoras do ramo, além de exposições de arte e cosplays, realizando importantes ação sociais pela região, como a visita do Batman à ala de oncologia infantil da Santa Casa de Santos, e a criação de uma Gibiteca para o Instituto Arte no Dique, levando cultura a uma das regiões mais carentes de Santos, são exemplos de ações da SCE.

O evento começou em um espaço pequeno em 2013, já no segundo ano foi para um maior, tendo de se expandir de um dia (sábado), para o fim de semana todo (sábado e domingo), mas sempre gratuito, afinal eles querem levar esse universo para todos os públicos, afinal nem todo mundo tem condições de ir em grandes evento na capital de São Paulo, apesar de atrair pessoas de várias regiões do estado, eles sempre focaram na cidade de Santos.

143441479-1768291206669957-4781700869037485696-o

Com a pandemia do Corona Vírus, que os impediu de realizar o evento e rever os amigos, porém os trouxe ainda mais coragem para tirar um sonho do papel, que é uma extensão do objetivo principal da SCE, que é materializar nosso amor pelos quadrinhos em experiências ao público. Por isso que da mesma forma que a comicon cresceu, eles pedem o apoio para essa nova fase, para que eles consiga sempre oferecer boas histórias e diversos outros projetos.

A SCE Edições começa com uma revista coletânea de material nacional, com autores da região da Baixada Santista, num formato que todo leitor de gibis está acostumado, o formato americano. Todo mundo que começou lendo quadrinhos, começou com algum gibi que você consegue enrolar e colocar no bolso e passar de mão em mão para que outra pessoa leia. O Gibi Guerreiro é uma publicação eclética, com cinco histórias completas com muita ação e aventura, mas também com um pouquinho de terror e ficção, de diversão e reflexão, feita para agradar todo amante de uma boa história.

santoscc-2

A capa da primeira edição é do ilustrador Gabriel Jardim, o capista capturou essência e mostrando a arquitetura de Santos, apresentando a mureta, de um dos símbolos da cidade, dos quais sempre foi um marco do projeto, desde o inicio, com o mar e o céu azul. Além do Gabriel, que ficou reconhecido mundial, recentemente por fazer a Turma do Morro, uma releitura da Turma da Mônica e o também o encontro dos personagens Miles Morales da Marvel e Super-Choque da DC, junto com o artista nesta revista estão mais outros grandes quadrinistas, que abrilhantam a primeira edição.

Amilton Santos, nascido em Santos, mas que atualmente vive em São Paulo, trabalha como free lancer desde 2000, ele já trabalhou com títulos das editoras Marvel e DC, como Spider Man, The Avengers, Birds of Prey, além de revistas de editoras independentes no EUA e no Brasil, o outro é Irapuan Luiz um quadrinista e músico, de Palmeira, do estado paranaense, tem créditos em publicações como a revista Heavy Metal e na editora IDW Publishing, dos Estados Unidos. No Brasil, a obra de co-autoria “The Major” foi indicada ao prêmio HQ MIX em 2009 na categoria webquadrinhos.

thumb-reward-0019-1

Clayton Inloco, é natural da baixada santista, é ilustrador e professor de desenho, começou a carreira publicando em pequenas coletâneas independentes e dois volumes do seu personagem, o Hurulla. Atualmente o artista trabalha com algumas editoras nos mais diversos trabalhos que o desenho lhe chama, mas ainda prefere esquentar a cabeça com uma boa e velha HQ. Por fim, o santista que mora em Curitiba, Jazz Miranda de 28 anos, ilustrador, sempre fazendo quadrinhos e animações por ai, estando aberto a qualquer projeto.

Juntos eles estão nesse projeto, que começou nesta semana no Catarse pedindo o apoio de todos que curtem a boa e clássica cultura pop, além de que ver viva e forte essa área, que muitos não dão valor, mas que é de suma importância para todos, pois além de nos entreter e divertir, ajuda a população a crescer cada vez mais, pois uma pessoa que lê, escuta música ou gosta de cinema e séries, é um sere humano, mais feliz e por isso essa revista será tão inútil para os fãs desse setor.

Whats-App-Image-2021-03-04-at-12-53-33

Então, quem realmente gosta de quadrinhos e de cultura pop, não pode deixar de apoiar e conhecer todos os projetos do Guerreiros de Santos, que fazem de tudo para levar a paixão pela arte, de bons nerds convictos que são, pois eles são assim antes de virar modinha, para propagar e difundir ainda mais os costumes tradicionais dos NERDS brasileiros.

Para mais informações acesse os endereços abaixo:

Site | Facebook | Twitter | Youtube

CATARSE

Por Priscila Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s