Governo de São Paulo exalta a herança da Semana de Arte de 1922, em um projeto intrínseco e expressivo à arte contemporânea

Grupo-dos-Cinco-esq-para-dir-M-rio-de-Andrade-Anita-Mafaltti-Menotti-Del-Picchia-Tarsila-do-Amaral-O

Em 2022, A Semana de Arte Moderna de 1922 completa 100 anos. Uma das maiores manifestações artística de São Paulo, e porque não do país, viabilizou diferentes formas de artes, dando evasão de forma distinta e relevante para se expressão, representando a renovação linguística e experimental, trazendo liberdade singular e inerente com passado e apresentando um novo passo para a vanguarda modernista nacional, com novas ideias e conceitos artísticos.

Dando destaque a nomes consagrados do modernismo brasileiro, Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Víctor Brecheret, Plínio Salgado, Anita Malfatti, Menotti Del Picchia, Guilherme de Almeida, Sérgio Milliet, Heitor Villa-Lobos, Tácito de Almeida, Di Cavalcanti entre outros. Organizado por Rubens Borba de Moraes a Semana de Arte Moderna ainda elevou o conceito de Tarsila do Amaral, como um dos grandes pilares do movimento do país, que mesmo a distância foi marcante durante a evento.

modernistas1922-cke

E para celebrar este feito histórico na arte nacional, a Secretária de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo lançou o projeto Modernismo Hoje, com o objetivo em comemorar o centenário da Semana de Arte Moderna de 1922, aonde o público poderá conferir a história do movimento, curiosidades, galerias de fotos, entrevistas exclusivas com familiares, artistas contemporâneos e pesquisadores dos principais personagens que lançaram tendência no Movimento Modernista, como Tarsilinha do Amaral, sobrinha-neta de Tarsila do Amaral.

teatro-municipal-de-sao-paulo

Uma data da importância da Semana de 22 precisa ser celebrada ao longo de um período significativo, suficiente para que muitos eventos aconteçam”, afirmou o secretário de Cultura e Economia Criativa do Estado, Sérgio Sá Leitão. “Nós vamos ampliar cada vez mais a oferta de serviços e a programação da Agenda Tarsila. Ela estará disponível até dezembro de 2022 e depois ficará como um registro da celebração do centenário”, disse.

design-sem-nome-26-1280x720

Além de diversos museus e espaços culturais, o projeto ainda ganhará conteúdos exclusivos para as redes sociaisInstagram, Twitter, Facebook, TikTok e Youtube -, com gestão e produção da Agenda Tarsila é realizada pela Organização Social Amigos da Arte.

Operarios

São Paulo sempre esteve na vanguarda deste movimento e agora, em seu centenário, não poderia ser diferente” afirmou Danielle Nigromonte, diretora-geral da Amigos da Arte. “A Agenda Tarsila tem como principal objetivo fomentar continuamente essa programação diversa e democrática, que dialoga diretamente com os ecos deste movimento tão disruptivo e que segue presente na arte e na cultura cem anos depois“.

theatro-municipal-de-sao-paulo

O projeto tem como propósito trazer uma herança cultural, relembrando momentos históricos e integrando com novas artes contemporâneas, com atividades do poder público e da sociedade civil, estimulando a reflexão e o legado dos artistas da Semana de 22, com seu impacto cultural e social, destacando São Paulo como expressão significativa nesta ação.

Para saber mais sobre o projeto e conferir a programação do evento acesse o site da Secretária Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.

por Patrícia Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s