O escritor Fábio Yabu reúne grandes nomes da literatura nacional atual para homenagear os 40 anos do Menino Maluquinho

menino-maluquinho

O Menino Maluquinho fez parte da imaginação de muita gente na infância, a obra criada pelo desenhista e cartunista Ziraldo, sobre um menino alegre, cheio de imaginação e que adora aprontar e viver aventuras com os amigos. Uma de suas manias é usar um panelão na cabeça, o que o diferencia dos demais. As histórias misturam um humor por vezes ingênuo (ainda que com uma certa escatologia típica da infância) com um certo gosto de nostalgia.

O livro foi publicado em 1980, e se tornou um fenômeno durante anos de 1990 e 2000, tornando um sucesso com mais de dois milhões e meio de exemplares vendidos até dezembro de 2005, sendo conhecido por inúmeras crianças, servindo de inspiração para peças teatrais, filmes, óperas e séries de TV.

Ziraldo

Que segundo o próprio Ziraldo, que diz que quando criou o personagem ele estava fazendo a barba e falava consigo mesmo olhando no espelho. O cartunista então criou o texto quanto em imagem, Maluquinho rapidamente, começando pelas tiras e quadrinhos, onde ganhou turma. Destaque, inclusive, para sensível e espevitada Julieta, que ganhou até revista própria na primeira década dos anos 2000.

Esse sucesso gerou uma legião de fãs, que alguns se tornaram grandes autores ou ilustradores, fazendo uma nova geração que foi influenciada pelo Menino Maluquinho, que fez o autor Fábio Yabu se reunir com outros escritores em uma coletânea para homenagear o mestre Ziraldo e trazer histórias reais de vários Meninos Maluquinhos, relatando um pouco sobre a infância de cada autor em diferentes versões, de variadas cores e origens, desde o que cresceu em um orfanato, até o Menino Maluquinho robô.

ef715e9d-efa1-4858-bc3d-ee301b1b55f2-CR0-0-970-600-PT0-SX970-V1

Além do próprio Fábio Yabu, que organizou, ilustrou e escreveu um dos contos, o livro terá histórias de Cristino Wapichana, Guga Mafra, Gustavo Reiz, Load Comics, Rafael Calça, Raphael Draccon e Vitor Cafaggi. Todos esses Meninos Maluquinhos vão contar um pouco sobre suas vidas malucas quando criança, cada a um a sua maneira, mas com um intuito em comum que têm em comum os macaquinhos no sótão e tantas outras coisas que fazem de um menino maluquinho um cara legal.

Contos:
UM MENINO COMO VOCÊ
Aventuras na infância podem envolver reinos distantes e castelos encantados, mas também podem envolver ônibus cheios e trabalho nas ruas. Load Comics traz um conto da quebrada, sobre buscas e tesouros inestimáveis.

COMO EU TE VEJO
Toda criança é mágica, mas nem toda infância é. A poesia poderosa e acolhedora de Rafael Calça faz com que olhemos para nossa própria vida e, como mágica, ela consegue nos animar nos momentos difíceis.

O DIA DOS PAIS DO MENINO DRAGÃO
Um menino que amava os livros e o caratê. De dia, quebrava telhas, de noite, criava histórias. Não é à toa que Raphael Draccon é hoje um dos autores mais influentes do país, e aqui nos presenteia com uma história sobre um Dia dos Pais mais que especial.

O MENINO DO SÁBADO
Cachorros e meninos, livros e heróis. Todo sábado pode ser uma aventura, e quando é Vitor Cafaggi quem nos conta, sabemos que nosso coração ficará quentinho.

O MARUPIARINHA
Cristino Wapichana nos oferece um voo pela cultura de seu povo, com o olhar fresco que só um menino maluquinho poderia nos trazer.

A PALAVRA MÁGICA
Inspirado por uma passagem de seu livro favorito do Ziraldo, O Menino Quadradinho, Fábio Yabu escreve sobre como uma palavra mágica pode transformar meninos em heróis.

O MENINO DO CLUBINHO
Todo menino tem sua turma, e toda turma já teve seu clubinho. Mas quando uma nova integrante chega, o personagem de Guga Mafra subitamente vê seu império ameaçado.

O ROBÔ MALUQUINHO
Todos conhecem a história do menino com o olho maior que a barriga, fogo no rabo e vento nos pés… mas e do robô com luz verde nos olhos, rodinhas nos pés e aplicativos na barriga? Gustavo Reiz conta a história de um amigo muito especial.

meninas-maluquinhas

Mas não foram só os meninos que teve influencia no personagem as meninas também, e por isso que o Fábio Yabu, reuniu uma grande geração feminina que cresceu lendo O Menino Maluquinho, para compor a obra em homenagem aos 40 anos desse menino pirado, que ainda encanta e inspira muita gente por aí.

As meninas sempre tiveram uma grande participação no legado criado pelo mestre Zirado, como a Julieta, Nina, Super Mãe, Professora Maluquinha. Personagens que inspiraram leitoras de várias gerações, que perceberam que podem ser tudo o que quiserem: Delicadas, fortes, sensíveis, lidando, inclusive com perdas.

123

Pensando nisso o curador Yabu junto com a Editora Melhoramentos reuniu oito grandes autoras brasileiras da literatura infanto-juvenil, com pluralidade de estilos narrativos como Andreza Delgado, Anna Claudia Ramos, Carolina Munhóz, Eliana Martins, Elizandra Souza, Márcia Kambeba, Mikannn e Paula Pimenta.

Elas falam de temas como adoção, cultura indígena, fases da vida, e relações familiares. São garotas com perfis completamente diferentes, mas todas têm algo em comum, que sonham, se divertem e vivem aventuras que promovem aprendizados. Uma obra que traz magia, ludicidade, empatia e respeito à diversidade.

f03ec979-2af8-4b91-92bd-d883d81564f7-CR0-0-970-600-PT0-SX970-V1

Contos:
A MENINA QUE TINHA MEDO DO ESPELHO
Andreza Delgado nos apresenta a jovem e adorável Ana, uma menina tão comum quanto seu nome, que adora macarrão e histórias em quadrinhos. Cercada de amigos, ela sonha com algo de que nenhuma criança deveria ser privada.

ABRINDO A PORTA
Real ou imaginário, quem nunca teve um armário cheio de fantasias? Anna Claudia Ramos explora a riqueza da imaginação infantil com sua maluquinha que quer ser bruxa e caubói, e ainda ama futebol de botão.

A MENINA FADINHA
Sonhos foram feitos para serem realizados. Eles confortam nossas noites e nos impulsionam em direção ao que desejamos. Carolina Munhóz nos apresenta a menina fadinha, cujo sonho a levou a viajar ao redor do mundo.

MIRA BOLANTE
Uma menina pode ser tudo o que quiser. Mas o que acontece se ela quiser ser tudo de uma vez só? Eliana Martins nos apresenta uma personagem encantadora, que tem os dedos no mundo digital e também num bom e velho ioiô.

A MENINA MALUNGUINHA
Com a pele café com mel, cabelos crespos e o banzo no olhar, a Menina Malunguinha reflete a paixão e a alegria de tantas maluquinhas que vemos por aí. É impossível não se apaixonar por essa personagem de Elizandra Souza.

A MENINA DA MATINRA
Uma maluquinha nascida na floresta, guardiã dos nossos animais e das nossas árvores. Márcia Kambeba nos apresenta essa incrível personagem, que mistura o melhor do nosso folclore com sua linda poesia.

A MENINA E O COLIBRI
Neste conto lúdico, Míriam “Mikannn” Castro, uma menina sonha com um colibri. Com ele, aprende que a fantasia muitas vezes pode ganhar vida no mundo real.

A MENINA SONHADORA
Viver com a cabeça nas nuvens não deveria ser problema para ninguém. Pelo contrário, é um elogio. Nesta história de Paula Pimenta a gente entende o porquê.

maluq1

A obra está disponível nos grandes sites de compras, essa são duas obras incríveis feitas por grandes autores que tiveram uma grande influência desse personagem, que ainda inspira e alegra a vida de muitas crianças até hoje, que torna adultos mais felizes e com uma visão melhor da vida, com mais alegria e criatividade.

Para mais informações acesse os endereços abaixo:

Facebook | Instagram

Por Priscila Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s