Grupo Ewé promove intercâmbio cultural

278126194-102906555729198-2442804522709717671-n

O Grupo Ewé que promove e estrutura sua pesquisa em dança através de estímulos e disparadores acerca da cultura de matrizes africanas, está trazendo aos fazedores e apreciadores de dança o Intercâmbio Wẹẹbu ti imo (Teias de Conhecimento, em yorùbá).

O intercâmbio tem como objetivo compartilhar conhecimentos, movimentações e corporalidade das danças jeje (vodum), yorùbá (ketu) e capoeira angola. As oficinas serão online e ministradas em parceria com três artistas convidados. Para danças jeje (vodun) o grupo Ewé conta com a presença do bailarino, coreógrafo e percussionista internacional beninese Guillaume Niedjo.

Guillaume

Guillaume é bailarino do Ballet Nacional do Benin desde 2005, coreógrafo assistente da companhia Walô desde 2006 e professor de dança do Centre Choregraphique of Mr Marcel Gbeffa (Mullticorps). Tem participado como bailarino, coreógrafo e professor de dança em diversas companhias, escolas e festivais, por todo o mundo.

O outro artista convidado é o Israel Valdés, que começou sua carreira no ano de 2003 com práticas pré – profissionais do Conjunto Folklórico Nacional de Cuba, ao longo de sua carreira como bailarino foi convidado por diversas companhias renomadas em Cuba como Compañía Free Dance, em 2012 foi convidado como professor, bailarino e coreógrafo pela NPO Tiempo Iberoamericano para trabalhar em Fukuoka, Japão, por 6 meses, depois em 2013 regressa ao Japão participando de todos os eventos por 10 meses. Valdés realizou diversos workshops de bailes cubanos nas escolas de Dança de Salão Luiz Valença e Casa España e também integrou a equipe de professores do Festival Viva Cuba Fast edição Rio de Janeiro ministrando Rumba.

Valde-s

E para a oficina de Capoeira angola o Grupo Ewé contará com a presença do Mestre Zelão de São Luís de Maranhão, que iniciou na capoeira aos 12 anos de idade com o mestre Baiano e com o contra mestre Bira no grupo de capoeira Marabaiana, na da década de 80 aprimorou seus conhecimentos no Grupo Cativeiro com o mestre Miguel em São Paulo. Em 2007, obteve bacharelado e licenciatura em História pela PUC São Paulo. O Mestre é também educador, arte educador e educador social em escolas públicas, particulares e ONGs. Em 2009, fundou a Escola Mutungo de Capoeira Angola com o objetivo de difundir e promover os saberes da capoeira angola.

Mestre-Zela-o

Todos esses artistas Guillaume, Valdés e o Mestre Zelão estão integrando esse projeto Intercâmbio Wẹẹbu ti imo, uma realização da Corpo Rastreado e do Grupo Ewé, com o apoio do Programa Municipal de Fomento à Dança da Cidade de São Paulo – Secretaria Municipal de Cultura, com o objetivo de proporcionar aos interessados uma forma de sistematizar o corpo e organizar estéticas para a dança, propiciando aos participantes pensar questões a partir do corpo afrocentrado.

Serviço:
Intercâmbio Cultural Wẹẹbu ti imo
As inscrições vão até dia 18/04
Os participantes devem ter idade a partir de 16 anos
As oficinas serão: Online e Gratuito
Período: 27/04 a 04/06 (Quartas e sextas feiras)
Horário: Das 19:00 às 22:00 horas
Inscrição – Link

Mais informações acesse os endereços abaixo:
Site | Instagram | Facebook

Por Joyce Silva

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s