Faca Preta chega a Repetente Records com toda eloquência e resistência do punk alternativo

image host

A cada ano que passa a violência civil está devastando e amedrontando a humanidade, deixando-os acanhados e receosos para sair e viverem suas vidas, já que as pessoas só saem porque necessitam, enquanto isso as instituições que deveriam proteger e zelar pela sociedade, pouco visa para este mal, muito pelo contrário, muitos ainda incentivam, piorando a situação, e o que já era tenso, passa a ser assustador, colocando no topo do ranking das forças policiais mais letais do mundo.

Baseado nesta horrenda premissa, a banda de punk rock alternativo Faca Preta, lança seu novo single trazendo total referência a esse desprezo social com o single Cães de Rua, soltando um grito de desabafo contra essa intolerância que vem ganhando cada dia mais adeptos da violência.

image host

Com sua letra precisa e direta, a banda categoriza seu gênero eminente e singular, sendo a voz do povo para reivindicar e se organizar contra esse mal que aterroriza e assombra a sociedade, visando contra todas as forças das organizações de ódio e repúdio, mostrando com veemência os direitos inerentes daqueles que necessitam estar nas ruas, mas estão fartos de tanta agressividade gratuita, sem virtude alguma.

A Faca Preta adentrou ao selo Repetente Records, idealizado e conduzido pelos músicos do CPM 22 Badauí, Phil Fargnoli e Ali Zaher Jr, qual eles comenta com grande satisfação e alegria dessa grande parceria; “É um grande prazer, nada melhor do que contar com camaradas de peso com muito para trocar nessa nova fase que se inicia com esse álbum que está chegando!“.

image host

O primeiro single deste projeto com a Repetente Records conta com a participação especial de Ricardo Scaff na gaita, enquanto a produção musical, mixagem e masterização ficou por conta de Átila Ardanuy, enquanto a gravação dos vocais principais foi assinado por Thiago Hospede. Cães de Rua está nas principais plataformas de streaming, com distribuição digital da Ditto Music.

A banda se formou 2013, lançando o primeiro EP em 2015 pelo Semper Adversus, extinto subselo de street punk da Hearts Bleed Blue (HBB). Desde então, eles trazem a essência intrínseca do underground e da resistência do punk rock a cada single ou projeto apresentado, mostrando com convicção e precisão músicas que adentram na mente e evidenciam o âmbito de levar a mudança e reivindicação de algo expressivo pela comunidade.

Para conhecer mais da Faca Preta acesse: Facebook | Instagram

por Patrícia Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s