Grandes nomes dos quadrinhos e da literatura mundial irão abrilhantar o coração da CCXP

ccxpw-rtav01

Grandes anúncios foram divulgados nestas últimas semanas, para fazer parte do coração da CCXP, o Artists’ Valley, que é um dos espaços mais democráticos e animados do evento, um lugar onde fãs e artistas e os maiores monstros sagrados dos quadrinhos se encontram para celebrar a sua paixão por histórias e não é atoa que ele fica no centro do pavilhão.

“Não vemos a hora de revelar mais novidades e quadrinistas que estarão conosco no festival. Posso afirmar que, seja a sua primeira vez na CCXP ou não, a emoção de encontrar seu desenhista favorito, pegar um autógrafo ou simplesmente conversar é muito marcante”, explica Ivan Costa, cofundador da CCXP e curador do Artists’ Valley.

comic-con

Desde o começo na primeira edição em 2014, o Artists’ Valley cresceu tanto que em 2019, chegou a se tornar o maior da América Latina, por isso em 2020 o beco, se tornou um vale, como uma sinônimo de esperança de que a CCXP é muito mais do um espaço físico, mas sim mesmo fora do complexo do festival, como sucedeu nos dois últimos anos, com a CCXP Worlds, o espaço dos artistas ainda se manteve forte e unido, por se tornou o Artists’ Valley.

Novos grandes artistas se juntam aos já revelados para essa edição de retomada como Mark Waid, Marcello Quintanilha, Julian Totino Tedesco, Ana Koehler e Jim Cheung, Leandro Assis e Triscila Oliveira.

larete-e-rafael-768x768

A mais recente foi a quadrinista e mestre dos quadrinhos nacionais Laerte, que foi homenageada na CCXP Worlds 21 com mais de 50 anos de carreiras e mais de 30 prêmios, o próximo anúncio foi seu filho Rafael Coutinho, um quadrinista, artista plástico, roteirista e professor, ele é autor da graphic novel “Cachalote” em parceria com o escritor Daniel Galera. Ele também é autor da minissérie em quadrinhos, ‘O Beijo Adolescente’, que está sendo adaptada pela HBO Max. O trabalho mais recente foi o livro “Outros 500”.

68955667-10158772741258135-8065339319302225920-n

Outro artista anunciado foi o carioca, que ganhou notoriedade por milhares de compartilhamento por suas artes durante a pandemia, o carioca André Dahmer e o mineiro Quinho, que estarão presentes no coração da CCXP, para receber os fãs. André é conhecido por leitores do jornal O Globo e Folha de São Paulo, ele é autor de doze livros, ganhando cinco vezes o prêmio HQMix e um troféu Jabuti. Já o Quinho conta com contribuições em diversas publicações, conquistando importantes premiações nacionais e internacionais, como quadrinista, cartunista, ilustrador e caricaturista.

75772874-RI-Rio-de-Janeiro-RJ-23-03-2018-Conte-algo-que-nao-sei-Fabien-Toulmequadrinista-Ap

Por fim, quem estará no Artists’ Valley deste ano, sendo uma das mesas mais visitadas pelos fãs, é o quase fluente em português, o francês Fabien Toulmé, ele é bastante conhecido por seus quadrinhos e intimistas, ele participou da CCXP Worlds 2020. Toulmé é autor de ‘Não era você que eu esperava’ e ‘Duas Vidas’ e sua participação no Artists’ Valey é uma parceria da CCXP com a Editora Nemo, que promete ser uma das mesas dos artistas mais visitados nos quatro dias de festival.

Sem-t-tulo

O Artists’ Alley é o berço da CCXP, foi a partir daquele lugar que surgiram ideias para os outros espaços do festival, um local inspirado na ideia onde os fãs e artistas compartilham suas paixão e após duas edições virtuais, essa retomada é um sentimento mútuo em dividir todas as esperanças e emoções, com todos os apaixonados pela nona arte e literatura, em uma retomada que promete grandes emoções e aventuras épicas a cada passo dos corredores.

Por Priscila Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s