Elza Soares ganhará homenagem no Rock in Rio 2022

272118422-10217387544920254-2542741217303310449-n

A eterna estrela da música brasileira Elza Soares será line-up no Palco Sunset em “Power! Elza vive, Um Show em Homenagem a Elza Soares”, no dia 11 de setembro. Apresentação seria com a cantora Alcione, mas devido à motivos pessoais a organização mudou seu line-up, mas isso não é uma substituição, pois o show em homenagem a Rainha do Samba seguirá com Majur, Agnes Nunes, Caio Prado, Mart’nália, Gaby Amarantos e Larissa Luz; que juntas assumirão as músicas Alcione cantaria. Apenas será uma mudança com o “Power! Elza vive, Um Show em Homenagem a Elza Soares”.

Afinal, Elzinha é um dos nomes da música brasileira, que mais se destacou ao longo de seus de 60 anos de carreira, ela teve inúmeras músicas no topo das listas de sucesso no Brasil. Uma mulher forte, guerreira e com uma voz rouca, marcante, Elza Gomes da Conceição foi uma cantora, compositora e puxadora de samba-enredo, que flertou com vários gêneros musicais como samba, jazz, samba-jazz, sambalanço, bossa nova, mpb, soul, rock e música eletrônica.

Tendo inúmeras músicas no topo das listas de sucesso no Brasil, como “Se Acaso Você Chegasse” (1960), “Boato” (1961), “Cadeira Vazia” (1961), “Só Danço Samba” (1963), “Mulata Assanhada” (1965) e “Aquarela Brasileira” (1974). No final da década de 90, foi eleita pela Rádio BBC de Londres como a cantora brasileira do milênio com título de “A Melhor Cantora do Universo” dado pela emissora BBC. Além de aparecer na 16ª posição da lista das 100 maiores vozes da música brasileira elaborada pela revista Rolling Stone Brasil.

A menina do subúrbio do Rio de Janeiro, filha de um operário e uma lavadeira, conquistou a música brasileira com suas canções e sua história de vida conta com tragédias e reviravoltas memoráveis. Uma apaixonada pela música, Elza Soares começou a cantar com seu pai, que gostava de tocar violão nas horas vagas e desde então não parou mais, sempre representando o país, principalmente as mulheres em suas composições, a artista nunca desistiu do seus sonhos, pois quando estar no palco era algo que a fazia bem, isso foi até sua última apresentação no Theatro Municipal de São Paulo, dois dias antes de sua morte, em que ela realizou a sua derradeira gravação, cumprindo a profecia feita na música “A Mulher do Fim do Mundo” de cantar até o fim, subindo ao palco pela última vez.

Uma influenciadora da cultura nacional, sempre propagava e exibia o Brasil, mostrando suas belezas. Por isso ela será homenageada no maior festival de música do planeta, o Rock in Rio 2022, que neste ano completa 37 anos, e fará uma grande apresentação em celebração à essa artista ímpar no Palco Sunset com “Power! Elza vive, Um Show em Homenagem a Elza Soares” no dia 11 de setembro, para que o legado de Elza Soares não seja esquecido, assim dando voz a uma geração e promover experiências únicas e inovadoras para promover a música brasileira, mantendo a origem e o legado dessa cantora que fez tanto pela arte no país.

Por Priscila Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s