The Binding of Isaac – Um clássico independente

isaaclogo

The Binding of Isaac é um jogo independente desenvolvido por Edmund McMillen e Florian Himsl, que foi lançado no ano de 2011, considerado um dos melhores títulos rogue-like já inventados, sua visão criativa reestruturou e “reacendeu” o interesse por jogos do gênero entre os diversos jogadores do mundo.

O título recebeu um remake em 2014 intitulado, “The Aftermath”, que além de receber diversas alterações gráficas, seu gameplay foi modificado de modo a permitir uma abordagem mais simples para jogadores novatos, e está disponível nas principais plataformas e meios de venda.

Sua história é uma paródia da passagem bíblica sobre Abraão e Isaque, na qual Deus pede para Abraão matar seu único filho para provar sua fé. Embora na passagem bíblica, o sacrifício não ocorra, The Binding of Isaac conta exatamente de uma forma cômica um enredo simples. Na história do game, Isaac e sua mãe vivem em uma residência humilde, ambos são extremamente felizes fazendo tarefas simples, até que sua mãe ouve uma voz celestial
alegando que Isaac foi corrompido pelo pecado e deve ser salvo. Inicialmente, todos os objetos “malignos” foram removidos aos poucos da vida de Isaac: brinquedos, seus hobbies e até mesmo suas roupas. Eventualmente ele foi mantido em cativeiro para que confessasse seus pecados, porém algum tempo depois, a mesma voz solicita um sacrifício para provar o amor divino. Isaac ao notar que sua mãe o sacrificaria, encontra um pequeno alçapão para fugir.

isaac-rebirth-0-0

O enredo é simples e a voz celestial se prova ambígua, mostrando um lado peculiar da história: seria a voz, ouvida pela mãe de Isaac, realmente Deus ou seria outra entidade? A história segue quando nos encontramos novamente com Isaac, perdido em um porão.

O jogo é compreensível e fácil de iniciar sua campanha, visto que os controles são simples e funcionais. Aos poucos minutos de jogo, jogadores entusiastas de games das décadas de 80 e 90 notarão diversas influências à Legend of Zelda e outros títulos da mesma época. O uso de bombas e itens encontrados aleatoriamente tornam o jogo muito criativo e induzem o jogador a jogá-lo diversas vezes, para encontrar diferentes finais e outros objetos escondidos. Assim como todo título rogue-like, perder a partida também é extremamente fácil e qualquer passo em falso pode ser determinante para continuar a aventura ou quebrar o seu console após ter uma crise de raiva. A alegria e a frustração se tornam uma constante, não a ponto de ser algo irritante, mas desafiador. Perder e recomeçar o seu progresso se torna uma excelente forma de praticar e eventualmente melhorar aos poucos suas habilidades com o jogo e suas mecânicas.

the-binding-of-isaac-rebirth-judas

A trilha sonora foi composta por Danny Baranowsky, que conseguiu atingir a perfeição quando se trata de melancolia: aterrorizante e assustadora. Algo que é possível identificar facilmente em filmes do diretor Tim Burton e outros artistas com a temática gótica. Seus gráficos são feitos à mão e a arte detalhada em estilo cartunesco são muito importantes para construção da narrativa e embora diversas criaturas que serão encontradas no jogo sejam realmente assustadoras, é notável a paixão dos desenvolvedores em criar cada animação e cada movimento, até atingir seus resultados.

É importante com que os diversos jogadores ao redor do mundo conheçam esse título, pois ele foi responsável pela nova popularização do gênero e grandes títulos como Risk of Rain, FTL – Faster Than Lighting, Darkest Dungeon, Enter the Gungeon, entre outros diversos jogos, que vemos também possuírem mecânicas inspiradas nesse gênero, como os Battle Royales PUBG e Apex Legends, bem como as inspirações em jogos de cartas, como Hands of Fate e Slay of Spire.

Recomendo a compra para todos os jogadores que admiram jogos independentes, com artes criativas e que não temem a derrota (porque ela é extremamente frequente e comum). Há diversos jogos que desafiam os jogadores de forma intensa, mas nunca de uma forma tão simples e efetiva quanto The Binding of Isaac. Há diversos títulos similares, mas acredito que a mistura perfeita com morte permanente, arte e trilha sonora sincronizada enredo livre para interpretação própria, cria o efeito artístico e os objetivos do jogo.

Mais informações: www.bindingofisaac.com

Por Leonardo Borges

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s