O remake de Shadow of the Colossus é tão excepcional quão o original

maxresdefault

Shadow of The Colossus é um daqueles jogo que marcam a gente, e nos deixam maravilhado pela forma como todos os detalhes são trabalhados, desde a crina do cavalo balançando ao vento à forma como o sistema de física do jogo era tão realista a ponto de dar raiva, sendo engraçado quando às vezes o personagem tropeçava enquanto corria, e enfurecedor quando ele fazia isso no meio de uma luta. Lutas que eram uma das coisas mais impressionantes no jogo. Eram bem poucas quando comparadas à outros jogos da época (16, para ser mais exato), mas cada uma delas é tão memorável ao ponto de eu ser capaz de descrevê-las em detalhe, mesmo após ter passado mais de dez anos desde a primeira vivência jogando.

Recordando muitas coisas do jogo original, mais coisas do que eu jamais achei que lembraria: da forma como eu matei o primeiro colosso, e como eu me senti terrível depois, até como eu chorei de culpa e não toquei no jogo por meses (eu era criança, não me julgue), e como no final eu voltei pra ele e joguei até o final, porque mesmo me sentindo um pouco mal por matar os colossos, era um crime maior deixar um jogo daqueles passar.

Este, é um jogo que precisa ser experimentado em primeira mão, pra que se possa ficar embasbacado com os detalhes, a música e até a forma como o jogo te deixa engajado em seu roteiro e personagens, mesmo quase não tendo diálogo, ou como ele te faz sentir pelos colossos, te fazendo pensar duas vezes se quer mesmo fazer aquilo.

shadow-of-the-colossus-for-ps4-review

Então, quando foi anunciado um remake do jogo quase 15 anos depois do lançamento do original, a curiosidade falou mais alto, afinal, estamos falando de algo que é muito mais do que um simples jogo, mas sim, uma experiência, uma obra de arte. Assim sendo, é previsível que um remake de um jogo desses nos deixe com a pulga atrás da orelha. Afinal, será que é possível fazer um clássico DUAS vezes?

E agora, depois de ter jogado e concluído o remake de um jogo que marcou a minha vida de uma forma tão única, preciso dizer que sim, é possível.

O remake é um raio que caiu duas vezes no mesmo lugar. Mas seria injusto, pois isso seria atribuir ao acaso a sua qualidade, e, tendo jogado o original, não posso dizer que qualquer coisa ali seja por acaso.

O jogo é um exemplo brilhante do que todo remake deveria ser: uma reprodução quase idêntica do original, em uma engine mais avançada e com gráficos inacreditavelmente superiores (o que mais me surpreendeu foi o fato de o jogo ocupar apenas 20gb na memória), com algum novo conteúdo que agrega ao produto sem o destoar do jogo que tenta reproduzir. Jogar o remake é quase como jogar aquele jogo da sua infância, que na sua memória tinha
gráficos incríveis e uma jogabilidade impecável, mas quando você joga ele de novo percebe que sua memória foi bem generosa. Exceto que dessa vez, a sua memória estava certa, e jogo era mesmo tudo isso.

Desenvolvido pela Bluepoint Games e lançado em fevereiro de 2018, o jogo foi feito com um respeito incrível pelo original, de 2005, e é possível ver isso em cada frame da obra. O castelo é idêntico, os colossos, ainda mais intimidadores, e a crina do cavalo é mais lustrosa do que nunca. É inegável que a equipe envolvida é composta por nada menos do que os mais fervorosos admiradores do jogo, e sua qualidade técnica deixa isso óbvio.

54afdfd8-fc03-42d6-987c-bad67174e0c6-hadow-of-the-colossus-ps4-remake-screenshots-3

O Shadow of The Colossus original foi um dos jogos mais importantes da história do Playstation 2, e é irônico que seja sobre um ser pequeno destronando gigantes, pois, assim como ele próprio, o jogo apareceu pequeno entre Blockbusters como God of War e Call of Duty, e comentou seu lugar entre eles como um dos maiores jogos da história.

Em suma, Shadow of The Colossus original é brilhante, e seu remake é magnífico, pois quase não sobram palavras para descrevê-lo. Trata-se de um jogo indispensável para qualquer um que tenha um Playstation 4, e principalmente para aqueles que, assim como eu, jogaram o original. Este, vêm para provar que ele continua sendo um dos maiores clássicos da história dos games, mostrando que até hoje, quinze anos depois do lançamento do original, não existe nada igual no mercado, e que a única forma de se equiparar à ele, é o fazendo de novo.

Shadow of The Colossus foi lançado no dia 6 de fevereiro de 2018, exclusivamente para PS4.

 

Por Luiz Gustavo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s