Moxie – O primeiro livro da autora Jennifer Mathieu publicado no Brasil

timthumb

Esse livro em breve estará na Netflix, em uma história engraçada, cheia de empoderamento e altas azarações, que é a obra da escritora premiada de romances juvenis, a jornalista Jennifer Mathieu, que também dá aulas no ensino médio em uma escola do Texas, onde mora com o marido e o filho, está lançado seu primeiro livro no Brasil, Moxie: Quando as garotas vão a luta.

Apesar desse ser o primeiro livro publicado aqui no Brasil, a autora já lançou quatro outros  pela editora Versus, todos no estilo ‘young adult‘, em que traz uma protagonista corajosa, que busca na união feminina uma forma de combater o machismo cotidiano da sua escola e criar espaços para as garotas interagirem entre si e prosperarem.

81kw-EGl2br-L-SY600

Um livro que Jennifer Mathieu escreveu de forma bastante inteligente, em que ela incluiu as noções básicas do feminismo interseccional, dos ‘mitos’ sobre o machismo em diálogos descontraídos e as vezes séries, soando uma linguagem natural e de fácil compreensão. Além de Jennifer por a ideia de que ‘nem todos os homens’ e, ainda, reforça o pedido de “acredite nas mulheres” quando elas fazem denúncias.

A trama de Moxie é sobre a jovem Vivian Carter, uma garota doce e engraçada, mas que está cansada de algumas coisas, como a direção da escola, que nunca acha que os jogadores do time de futebol estão errados, das regras do vestiários machistas, do assédio nos corredores e dos comentários babacas dos caras durante a aula. Mas, acima de tudo, a jovem está cansada de sempre seguir as regras.

91i-DNzb20-DL

Sua mãe é uma mulher dura na queda, uma integrante das Riot Grrrls nos anos 90, que faz Viv se inspirar nas histórias do movimento, que faz com que a garota pega páginas do passado de sua mãe e cria uma fanzine feminista que distribui anonimamente para as colegas da escola. Afinal esse é o jeito de desabafar, mas isso logo faz Viv fazer amizades com as meninas com as meninas com quem nunca imaginou se relacionar, daí ela percebe pode começar uma revolução feminista no colégio.

O livro está disponível nas grandes livrarias nacionais, além da Amazon, Submarino e Americanas, uma ótima leitura para as jovens meninas aprenderam a lutar por si mesmo, sem precisar depender de homem, uma obra rica em empoderamento, com muita diversão, aventuras e claro azararão, afinal não é que não precisamos depender deles, que não necessitamos deles, o sexo masculino tem sua utilidade para nós garotas e esse livro pode mostrar isso.

 

Por Priscila Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s