‘Dead By Daylight’ – Um game imersivo e repleto de referências da cultura pop de terror

image host

Dead By Daylight foi lançado para os computadores em 14 de junho de 2016, e posteriormente saindo em outras plataformas como Switch, Xbox One, PlayStation 4, Google Stadia, Epic Games e mobile.

Nesse ano, o jogo está para comemorar seis anos de seu lançamento, e até hoje não para as atualizações. Desde o sua estreia o jogo sofreu inúmeras atualizações e modificações. O que antes era um jogo promissor hoje mostra que é uma das principais, se não a principal, referência de jogo assimétrico multijogador do gênero de horror.

image host

Quatro jogadores irão assumir o controle de sobreviventes. Seus objetivos são trabalharem juntos para arrumar um jeito de fugir do assassino, que é controlado por uma outra pessoa, fechando então um modelo 4×1. As formas de fugir são: consertando pelo menos cinco geradores que estão espalhados pelo mapa, podendo então abrir pelo menos uma das duas portas no mapa. Se isso não funcionar, com o time de sobreviventes em muita desvantagem com quase todos mortos, aparecerá no chão em algum lugar aleatório do mapa uma passagem para fuga. Já o jogador que controla o assassino tem o objetivo de matar os sobreviventes. Para isso, ele tem que dar pelo menos dois golpes nos sobreviventes deixando-os no chão, para então pegá-los e colocá-los em um dos vários ganchos espalhados pelo mapa.

Outros sobreviventes podem resgatar seus colegas desses ganchos. Um sobrevivente é eliminado automaticamente da partida caso seja colocado três vezes em um gancho.

Apesar de parecer um jogo complicado é mais simples do que parece. Ele é simples para jogadores casuais poderem entrar e se divertir, não demorando muito para entender o básico, mas tem uma leve complexidade para quem quiser se especializar mais no jogo. Como entender como funciona cada assassino e suas habilidades e modificações, ou fazer combinações fortes das habilidades de sobrevivente para, por exemplo, ficar fugindo do assassino e dar tempo para os outros da equipe concertarem os geradores.

image host

O mais divertido do jogo são as suas licenças. Além de ter assassinos e sobreviventes originais, a diversão acaba vindo quando você tem que fugir ou ser personagens famosos como Michael Myers, Ghost Face, Leather Face, Pinhead, até o Nemesis de Resident Evil. E recentemente está vindo para o jogo o mais novo assassino do filme Ringu (O Chamado).

É realmente incrível como o jogo vai se aperfeiçoando e melhorando. Ele não é nem perto do que era em seu início e a empresa tenta manter o jogo balanceado, para jogar com os amigos, pois ser sobrevivente e não ter algum tipo de comunicação com os outros é bem frustrante e infelizmente a empresa não colocou um chat, seja escrito ou por voz, para que você possa se comunicar com os outros jogadores.

image host

Dead By Daylight vem com grandes assassinos próprios, cada um com formas de jogar diferente e que são muito divertidos, além de assassinos famosos que deixam o jogo ainda mais interessante. Com uma jogabilidade fácil de entender, garante muita diversão e sustos. Afinal o Ghost Face fica invisível e te surpreende caso não fique alerta, ou o Michael Myers silencioso, que aparece “do nada” e já me fez pular da cadeira e dar grandes risadas depois do devido susto. É um jogo divertido, no qual um amante dos filmes de horror pode se divertir casualmente e ver como seria estar naquele filme que você tanto ama.

por Melissa Pinto

Uma consideração sobre “‘Dead By Daylight’ – Um game imersivo e repleto de referências da cultura pop de terror”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s