The Batman chega aos cinemas mais sombrio, realista e um herói mais observador e assassino

Estreia nos cinemas brasileiros nesta quinta-feira (3), o mais novo e aguardado filme do ano, The Batman, estrelado por Robert Pattinson e com a maestria da direção de Matt Reeves, de Planeta dos Macacos. O novo filme do morcego de Gotham, traz a origem dos quadrinhos, mostrando não só um herói justiceiro, mas sim um detetive observador, sombrio, que apesar de temer medo nas pessoas, também passa segurança e que busca pela vingança.

O longa até lembra um pouco a trilogia de Christopher Nolan, mas com o roteiro mais redondinho, porém originalizando a ideia principal de Bob Kane e Bill Finger, quando criaram o personagem à mais de 80 anos, mas com toques ímpares de Reeves.

The Batman apresenta Bruce Wayne como um detetive, que se utiliza mas desse dom, do que de seu poder aquisitivo, mas claro sempre sendo mimado, egoísta, justiceiro e vingativo contra seus inimigos, que Pattinson soube se portar como um verdadeiro morcego mascarado. Na trilogia de Nolan, Christian Bale, também fazia um pouco desse Batman detetive, mas seu lado heroico predominou ao decorrer da saga.

Neste novo longa podemos ver um Batman sombrio, da escuridão e que causa medo nas pessoas, mas que passa segurança e esperança aos cidadãos de Gotham City, que se sentem ameaçados pela insegurança e a criminalidade na qual a cidade está passando atualmente.

A personagem da Mulher Gato estrelado por Zoe Kravitz, foi impecável, trouxe uma gatuna a altura do Batman, sem usar muito sua sensualidade, ela contava mais com sua inteligência e astúcia de gato. Por isso que ela merece ganhar um filme solo, pois Zoe se mostrou a própria Mulher Gato original dos quadrinhos.

O filme mostra representatividade com a nova prefeita, colocando uma mulher, negra, que diz a verdade e só quer o melhor para o povo de sua cidade, mas que foi derrotada na eleições por homem, branco, fascista e que não se importa de verdade com a sociedade. Essa foi uma grande referência à política atual, em que as mulheres nunca são ouvidas em relação aos homens.

Carmine Falcone sobressai com seu humor ácido e seus segredos, já o Pinguim inicialmente sombrio, mas o desenrolar, “as camadas da cebola”, não teve um clímax bom, ele vai para um lado cômico forçado, não ficou interessante quanto inicialmente.

Mas quem roubou à cena em The Batman, foi o Charada, em todo o filme o personagem mostrou a originalidade baseada na ideia principal de Kane e Finger, em um figurão perturbado, que aliás todos os vilões se mostram assim ao decorrer de toda trama, mas o Charada transparece ainda mais frio, estrategista, com o objetivo de caçar o Batman, e para isso ele vai criminalizar toda a cidade para chegar no mascarado das trevas.

Baseado em sua primeira aparição nos quadrinhos em Detective Comics 140, com uma junção em Batman: Silêncio, e inspirado em um serial killer famoso, que aterrorizou o norte da Califórnia na década de 1960, em que era chamado de assassino do Zodíaco. Cartas, enigmas, medos são ferramentas, cartões misteriosos com códigos à desvendar uns “True Crime” e investigação à la Ágatha Christie e Sherlock Holmes, a realidade do caso real do Zodíaco, que Paul Dano fez um incrível trabalho, que não víamos a tempo nos filmes, séries e nos quadrinhos.

A fotografia, música tema Someting in The Way, do Nirvana, em um estilo bem underground, gótico, Halloween e tecnológico, como o “Olho da Coruja”, claustrofóbico, edição de som está show, cartela de cores vermelho-preto no contexto de vingança, noite, violência, dor, depressivo de qualquer forma, vale a sessão no cinema e o IMAX é sofisticado “INVESTIGAÇÃO” em 360°.

O novo The Batman apresenta personalidade, um herói mais realista e pés no chão, com originalidade e claro todo estilo sombrio, escuro, amedrontador que só há em Gotham City, em uma versão do Batman com poder de vingança e assassinato, que apesar de causar medo, traz segurança aos civis da cidade. Um filme pronto para seguir para uma saga de sucesso.

Por Priscila Visconti e Guilherme Corrêa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s