Dijjo Lima ganha homenagem póstuma em legado à sua trajetória nos quadrinhos

Sem-t-tulo

O quadrinista e colorista Dijjo Lima, falecido em maio de 2022, aos 34 anos, decorrente de um ataque cardíaco. Começou a carreira de colorista em 2014, sendo responsável pela personagem em quadrinhos Vampirella, da editora Dynamite, e desde então ele não parou mais, trabalhando com diversas editoras, como os heróis dos Power Rangers e as publicações licenciadas da DC Comics e da Marvel para a franquia Lego, entre outros.

ec829c44-503e-45ae-be21-1b60e6d6e140

Dijjo era cearense de Maracanaú, se formou em Designer, mas antes de adentrar profissionalmente na nona arte, ele já atuou como cinegrafista, fotógrafo, designer gráfico e até instrutor de Muay Thai, antes de enveredar de vez pelos caminhos das Histórias em Quadrinhos pelas quais sempre foi apaixonado. E depois de se profissionalizar, ainda se tornou professor de muitos que desejavam seguir por esse caminho.

Sempre trabalhando junto com sua esposa, Leila Lima, na qual junto com os amigos e companheiros de profissão os desenhista Leo Rodrigues e Elton Thomasi, o escritor e colorista Gabriel Guimarães, empenhou a ideia de lançar em forma de memória de homenagem e memória ao marido, que se dedicou por anos na produção de centenas de flats para suas cores.

771350a6-0024-4286-ae2e-56be810809ff

O artista teve sua estreia internacional na Europa, colorindo os quadrinhos baseados na série de TV Doctor Who, em 2021 quando foi contratado pela Marvel para o projeto Marvel’s Voices, que homenageou heróis e artistas de origem latina.

Um artista produtivo, estava sempre criando e buscando novas ideias para propagar os artistas nacionais pelo mundo, então ele criou o projeto do “Artbook Dijjo Lima – Desenhos da Minha Infância”, na qual estava super empolgado em lançar essa obra, mas devido a sua morte precoce, o projeto estava parado e engavetado.

Todavia, para reviver suas memórias sua esposa Leila, criou um financiamento no Catarse para que esse livro que será uma lembrança de suas memórias da infância nesta jornada em homenagem ao colorista Dijjo Lima.

1e88f97e-82ea-4cd4-be0b-6c6a36aa3652

Uma obra com diversas artes, cores e depoimentos de seus amigos quadrinistas, que tem como única proposta de manter o legado do colorista com essa homenagem em forma do livro “Artbook Dijjo Lima – Desenhos da Minha Infância”.

São mais de 50 ilustrações coloridas das animações selecionadas pelo próprio artista e que foram feitas em colaboração com muitos profissionais que ele conheceu no decorrer de sua incrível carreira, acompanhadas de depoimentos sinceros de muitos familiares, amigos e colegas sobre quem o Dijjo foi e tudo que ele representou, representa e o que sempre representará para cada um.

9dc3deea-ee58-4df0-a7cc-49dacd29669e

Entre os artistas participantes do artbook estão nomes como Adriano Di Benedetto, Alex Shibao, Alexandre Nascimento, Alan Emmanuel, Antonio “Antipus” Luis XIII, Arianne de Lima, Bianca Nazari, Braytner, Breno Tamura, Carlos Rafael, Claudio Nunes, Daniel Brandão, Daniel DS, Daniel Elias, Daniel Mallzhen, Diego Albuquerque Eric Blake, Gabriel Macedo, George Wolf, Geraldo Borges, Ise Nishi, Ivan Nunes, Jack Jadson, Jão Canola, JB Neto, Jean Diaz, João Pedro Ritter, Joe Prado, José Luis, Kaloy Costa, Leno Carvalho, Levi Siqueira, Lipe Diaz, Lorenzo Stello, Lucy Ross, Márcio Abreu, Marcos Rocha, Marina Gonçalves, Matheus Oliveira, Mauro Fodra, Miguel Felício, Miguel Mendonça, Mikaella Fusco, Netho Diaz, Paulo Teles, PJ Kaiowá, Pow Rodrix, Rafael Loureiro, Renato “Ren Spiller” Pacheco, Ricardo Jaime, Rodrigo Catraca, Roge Antonio, Ronilson Freire, Ruântoni Farias, Thaíssa Diaz, Uel Winner, Victor Uchoa, Wilton Santos, Yuri Andrei e o também saudoso Wellington Fiuza são alguns dos participantes nessa grande homenagem.

47017232-4c75-46e8-bf0d-7c20a9abd7c4

Uma viagem pelas memórias deste grande artista, que conquistou o mundo em tão pouco tempo, a partir de suas origens humildes em Maracanaú, no Ceará, e cujo trabalho se tornou referência mundial, chegando a ter se tornado até embaixador da empresa chinesa de mesas digitalizadoras Huion no Brasil.

Certamente, as memórias afetivas que o Dijjo dedicava às animações presentes no livro, que vão ecoar com o leitor e proporcionar uma maravilhosa e nostálgica viagem em busca da criança interior de cada um. Então, venha viajar e se emocionar conosco, entre os reclames do Plin-Plin.

thumb-reward-1da92f73-d697-450e-bf11-f233f9146c37

O “Artbook Dijjo Lima – Desenhos da Minha Infância” tem previsão de lançamento na CCXP 2022, mas a pré-venda já começou no Catarse, que deve ser enviado em janeiro de 2023, mas quem for à CCXP neste ano pode adquirir um exemplar passando na mesa dos artistas participantes da livro.

Artbook Dijjo Lima – Desenhos da Minha Infância

Por Priscila Visconti

Uma consideração sobre “Dijjo Lima ganha homenagem póstuma em legado à sua trajetória nos quadrinhos”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s