O Caminhão da Energia da Língua Portuguesa estaciona na Bienal do Livro de SP

praca_da_lingua_esta_aberta_na_bienal_do_livro_de_sp_1533326051050_v2_900x506
Foto por Iwi Onodera/UOL

A 25ª edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo começou nesta sexta-feira (3), repleta de atrações e atividades interativas e instrutivas, com a instalação audiovisual que recria a experiência de estar presente no Museu da Língua Portuguesa, que sofreu um drástico incêndio em dezembro de 2015, aonde o fogo tomou conta de todo o prédio, destruindo por completo o museu. Desde então, a EDP, responsável pela reforma do museu, resolveu levar um pouco das atividades do MLP para alguns cantos do país.

38391842_10211696915251056_6975056141726253056_n
Foto por Patrícia Visconti

Depois de passar pela Bienal do Rio, em 2017 e na FLIP no mês passado, a carreta estaciona na Bienal do Livro de SP, numa reprodução da Praça da Língua, mostrando uma espécie de “planetário do idioma“. Com imagens e áudios, de uma antologia da literatura brasileira, selecionada por José Miguel Wisnik e Arthur Nestrovski.

Além do mais, o espaço do MLP traz a Praça Educativa, oferecendo curiosidades sobre outras nações que falam português, mostrando peculiaridades regionalistas e temporalidade sobre o idioma, e ainda atividades interativas, dando a oportunidade do visitante contar suas próprias histórias, conhecer vários sotaques e também, testar seu conhecimento gramatical.

Segue algumas atividades neste projeto, no espaço interno do caminhão:

38504379_10211696914771044_972021957455249408_n
Foto por Patrícia Visconti

– ‘A Língua Portuguesa no Mundo, Viva a energia de estar lá’: Os visitantes podem conhecer as dez nações que falam a língua portuguesa e a cultura de cada uma. Em um visor 360°, os países podem ser ‘visitados’. No chão, como uma rosa dos ventos, há o nome de cada país e, na parede, fotos e expressões curiosas.
– ´Gerador de Sotaques’: O visitante pode dublar trechos de poemas com sotaque que escolher: Portugal ou outros estados do Brasil e compartilhar em suas redes sociais.
– ‘Uma Língua Cheia de Energia e História’: O painel interativo mostra o significado de expressões que utilizamos no dia a dia: bicho de sete cabeças; as paredes têm ouvidos; pôr a mão no fogo, e tantas outras.
– ‘Letra por Letra’: O visitante tem que soletrar palavras da nossa língua, selecionadas aleatoriamente por uma vending machine. Se acertar, ganha um livro.
– ‘Linha do tempo Brasil X Portugal’: Nesta estação, o visitante tem a oportunidade de conhecer mais sobre poemas famosos dos dois países, com acesso a informações dos autores, data, estilo, etc.
– ‘EDP e o Museu da Língua Portuguesa’: Um painel instalado dentro do caminhão traz fotos e informações sobre a reconstrução do Museu.

Enquanto a área externa conta com um cover face com capas de livros, produção de pôster exclusivo com a citação literária favorita do visitante, ambiente para leitura com estante recheada de livros, pufes e cadeiras.

No domingo (5), às 19h, haverá um show na área externa do museu itinerante com o rapper Vinícius Terra fazendo um duo com Lavoisier.

O rapper que é considerado um figura ímpar da cultura Hip-Hop irá se unir em seu discurso literário, somado as raízes brasileiras e a construção dos laços entre os países. Já a dupla, é formada pelos músicos Patrícia Relvas e Roberto Afonso, transforma a canção popular portuguesa com composições mais modernas.

O incentivo e apoio da reconstrução do museu pela EDP não é de hoje, já que a empresa possuí uma grande estima pela língua, garantindo à reconstrução do Museu da Língua Portuguesa, na região Luz, em São Paulo, em um investimento de 20 milhões de reais, além da companhia ser a apoiadora cultural da Bienal do Livro de SP, em 2018.

177420044_44f06d4b8a_b
Foto por Mrsandman / Creative Commons

No ano passado, com a mostra “A Energia da Língua Portuguesa“, a empresa rodou o país, levando cultura e informação sobre o nosso idioma, foram quase 15 mil visitantes, passando pelos estados de São Paulo, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

O Museu da Língua Portuguesa têm previsão para inaugurar no segundo semestre de 2019, mas enquanto ele ainda não fica pronto, vale matar as saudades desta ocupação na Bienal, que acontecerá do dia 3 a 12 de Agosto, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo.

Por Patrícia Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s